Anunciada a vinda do tão esperado Linhão de Tucuruí para Parintins

Após ser prometido em 2003, pelo então presidente Lula e sua ministra da Energia, Dilma Rousseff, durante visita oficial à cidade naquele ano, o assessor da Presidência da Eletrobras Distribuição Amazonas, Radyr Oliveira (de camisa amarela), o prefeito em exercício Tony Medeiros e o deputado estadual Sidney Leitte anunciaram, no programa Parintins em Revista deste sábado (24), que o Linhão de Tucuruí virá de fato para a ilha Capital Nacional do Boi-Bumbá.

O programa Parintins em revista, em cadeia com as rádios Clube, Tiradentes e Alvorada, e comandado aos sábados pelo secretario de comunicação da PMP, radialista Gil Gonçalves.

Em 2014, houve um processo de licitação para a sua vinda para Parintins. O que ocorreu naquele momento foi que a empresa espanhola ganhadora da licitação declarou falência pouco tempo após a assinatura do contrato, embaralhando o meio do caminho.

A Eletrobrás conseguiu reverter toda essa problemática e está reiniciando o projeto que fará a travessia dos cabos de tensão entre Oriximiná e Óbidos, no trecho mais estreito do Rio Amazonas. O Linhão passará por Óbidos e Juruti até chegar em Parintins.

Serão gastos R$ 4 bilhões para a rede chegar a Parintins, inserindo nossa cidade na rede nacional de energia elétrica e acabando com os constantes apagões. A previsão de chegada do Linhão é de cinco anos. Foi anunciada,também, a construção de novas usinas termelétricas, com mais capacidade de geração de energia em Caburi, Mocambo e Vila.

Também haverá a expansão do programa Luz Para Todos, atendendo toda a costa esquerda do Rio Amazonas, chegando até algumas comunidades rurais de Juruti, no Pará.

 

Carlos Frazão Redação JI

Fotos: SECOM/Divulgação Internet

você pode gostar também