Aprovado projeto de Saullo Vianna que garante vagas em escolas a alunos com deficiência perto de onde residem

É uma forma de assegurar que todas as crianças e adolescentes, em idade escolar, tenham acesso à educação sem qualquer distinção ou dificuldade.

Projeto de Lei de autoria do deputado Saullo Vianna (Cidadania) aprovado, nesta quinta-feira, 12, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas vai assegurar vagas a alunos com deficiência, em escolas e creches próximas de onde residem.

Por meio do PL no. 255/2019, o parlamentar solicitou alteração na Lei Promulgada no. 24 de Outubro de 2010, para que Governo do Amazonas, assegure a prioridade de vagas a alunos com deficiência conforme está previsto do Estatuto da Pessoa com Deficiência.

“O intuito do nosso projeto é facilitar a inclusão dentro do que está previsto no Estatuto da Pessoa com Deficiência, para que assim, o Governo, por meio da Seduc, garanta vagas em escolas e creches da rede estadual de ensino, a crianças e adolescentes com deficiência perto de suas casas. É uma forma de assegurar que todas as crianças e adolescentes, em idade escolar, tenham acesso à educação sem qualquer distinção ou dificuldade”, explicou Saullo.

Saullo, que é presidente da Comissão de Promoção Social e Cultural da Aleam, frisou que, a mudança no texto anterior da Lei no. 24 de 2010, se fez necessário justamente para resguardar o que assegura o Estatuto da Pessoa com Deficiência, promulgado em julho de 2015. “O Estatuto é claro quando diz que o acesso à educação deve ser irrestrito, e que a todos deve ser garantido o conhecimento independentemente de sua condição física, e o texto da lei anterior precisava ser adequado a nova nomenclatura.”

 

Abril Marrom

Foi aprovado também, Projeto de Lei que institui no Calendário Oficial do Estado do Amazonas, o mês Abril Marrom, que será dedicado à prevenção e combate aos diversos tipos de cegueira.

“O objetivo é mobilizar a população para realização de campanhas e atividades sobre prevenção e combate aos diversos tipos de cegueira. Sabemos que alguns casos são reversíveis e a partir da informação, que deverão ser intensificados no mês de abril, esperamos que haja redução de novos casos”, disse Saullo.

 

Assessoria de Comunicação do deputado Saullo Vianna

 

você pode gostar também