Atlético Sul América Clube comemora 67 anos de glórias e conquistas

O time de futebol parintinense, Atlético Sul América Clube comemora hoje, 12 de outubro, 67 anos de fundação. O Leão Azul como é conhecido na Ilha carrega o lema: honra e gloria ao esporte parintinense e é dono de 24 títulos do Parintinzão, possui a maior torcida da cidade e ainda é o único a ser tetracampeão do campeonato local. “Hoje o Sul América completa 67 anos com uma trajetória gloriosa que orgulha do mais antigo ao mais jovem torcedor. Nessa data especial, gostaria de saudar a todas as pessoas que foram um tijolo importante na construção desse time. Desde os fundadores, presidentes, diretores, colaboradores, atletas e a apaixonada torcida”, destacou o Presidente Flávio Cardoso (foto).

 

História

 

De acordo com o ex-presidente Paulo Faria (foto)SULAMBA2, o Sul América surgiu de várias reuniões entre jovens em baixo das centenárias mangueiras situadas na antiga Prefeitura de Parintins e na Rua Caetano Prestes (Comunas), com o intuito de fundar um clube para derrotar o Amazonas que na época já existia. E em 12 de outubro de 1948 foi criado o time. Alguns dos fundadores foram Raimundo Almada, Teodoro (fez parte do primeiro time em 1949), Orlando Fefé, Zé Luiz, Mazinho (também era jogador) e outros. Essas pessoas foram os responsáveis de criar essa equipe que hoje possui o maior número de títulos em Parintins.

 

A Data e as Cores

Paulo Faria comenta que “a escolha desta data é porque a intenção era formar a equipe para derrotar o Amazonas e para homenagear Nossa Senhora Aparecida, porque todos sabem que a Santa tem um manto azul e por isso as cores e a data”.

 

Tetracampeonato

Paulo Faria – Meu pai José Pedro Faria foi o único Presidente a ser tetracampeão parintinense (de 57 a 60) e até hoje é a única equipe que conseguiu fazer essa façanha.

 

Título marcante

“Em 1977 eu tinha 14 anos, lembro-me do estádio lotado e o Sul América foi campeão em cima do Amazonas vencendo por 6 a 1. Até hoje tenho o pôster dos jogadores em casa daquela equipe que tinha no elenco jogadores consagrados da época como Pretinho, Jorge Canal, Elcio, Alan, esse titulo ficou marcado na minha memoria”, relembrou Flávio Cardoso.

 

Garrincha

O craque que o mundo na época reverenciava. O conhecido “gênio das pernas tortas” veio a Parintins em 1973, quando realizou uma turnê na Amazônia e a Ilha foi uma das cidades que ele visitou e o Sul América teve o privilégio de ter o Garrincha vestindo a camisa do Leão Azul. “Foi uma honra para mim, ter visto um craque nacional como o Garrincha vestir a camisa do Sul América”, comentou Faria.

 

Projetos futuros

Flávio Cardoso – Temos uma marca que luta pelo resgate do futebol parintinense e pela vaga do Sul América na elite do futebol Estadual. O Atlético Sul América Clube quer continuar crescendo. Estamos trabalhando para engrandecer ainda mais o nosso clube, visando à construção do nosso centro de treinamento objetivando elevar ainda mais o futebol parintinense incluindo nossa equipe no campeonato Amazonense de futebol. As glorias do leão serão ainda maiores com garra, força de vontade, apoio da torcida e a luta pelo sonho de ultrapassarmos as barreiras da nossa região e conquistarmos o Amazonas.

 

Kedson Silva/JI

você pode gostar também