Gov-01

Banda do Koiote 2020 satiriza 15 anos do Porto de Parintins

Ao menos duas vezes ao ano o Porto é interditado por problemas estruturais.

Enchente no Porto de Parintins em 2009(portalbvr.com.br)

 

A Banda Popular de Rua do Koiote vem pelo quinto ano consecutivo aproveitar o Carnaval para satirizar e fazer crítica social sobre temas destaques na mídia da cidade de Parintins e do Estado do Amazonas. Para 2020, a marchinha da banda aborda a problemática do Cais e da Balsa Flutuante do Porto, o qual há 15 anos dá dor de cabeça aos usuários que trafegam na região.

Na época da construção os portuários e estivadores antigos alertaram os Engenheiros do Governo Federal sobre o fenômeno das terras caídas, dos barrancos e dos troncos trazidos pela correnteza do Rio Amazonas que poderiam colocar em risco as estruturas. Eles não foram escutados. Resultado, ao menos duas vezes ao ano o Porto é interditado por problemas estruturais.

Na cidade de Parintins ao menos oito pessoas fazem articulação política para disputar a Prefeitura Municipal no mês de outubro, além do próprio Prefeito Bi Garcia. Nesse contexto a marchinha faz a irreverência.

Os 20 anos da Lixeira Pública; 22 anos do abandono da Casa da Cultura; a Reforma do Palácio Cordovil e a não conclusão do Restaurante Popular já foram temas abordados nos anos anteriores pela Banda do Koiote. A ideia, segundo o Jornalista Hudson Lima e o Radialista e Repórter Rony Belchior, é fazer o folião brincar o Carnailha, mas também não vacilar e cobrar providências dos políticos em geral sobre a conclusão.

A música tem a assinatura do consagrado Compositor Roberto Sales, o Camaxú, que tem mais de 100 composições nos blocos do Carnailha de Parintins. A voz é do Cantor Gilson Matos, com arranjos de Camaxú e Leonardo Castelo.

Nesse dia 20 de janeiro, segunda-feira, a Banda do Koiote começa um Programa Radiofônico na Rádio Tiradentes (92,9) com o intuito de tocar todas as marchinhas dos blocos do Carnailha de Parintins 2020. Bem como para divulgar e destacar as programações da banda e sua marchinha atual e de anos anteriores. O programa será ao vivo de segunda a sábado, a partir das 12h30min, após o Jornal de Parintins.

 

Por Mayara Carneiro – Jornalista

você pode gostar também