Câmara Municipal isola público, entre a galeria e o plenário

Os presentes na primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Parintins (CMP), na manhã de terça-feira, 20 de fevereiro, protestaram contra a determinação do presidente do legislativo, Maildson Fonseca (PSDB), em isolar em definitivo o contato do público com os vereadores na Casa do Povo nas reuniões.

 

É que durante todos os anos de funcionamento da CMP no prédio cedido pela Suframa, a galeria destinada ao público era separada por uma parede e com vidros, sendo que no meio da parede sempre existiu uma abertura para as pessoas terem contato com os vereadores.

 

Porém, essa abertura foi fechada por peças de vidro, o que isolou em definitivo o povo dos vereadores. “Agora isolaram de vez o povo”, protestou o publicitário Ermínio Silva.

 

Um assessor parlamentar que estava na galeria informou que as janelas foram substituídas por duas portas que correm para os lados e pode ser aberta a qualquer momento, menos durante as sessões parlamentares.

 

 

 

Foto: Marcondes Maciel

Repórter Parintins

você pode gostar também