Com ajuda de parintinenses, a Escola Amazonense promete outro grande desfile em Santos-SP.

O artista do Boi Caprichoso, Sabazinho Cardoso, comanda a confecção das enormes alegorias.

Vencedora do prêmio ‘Estandarte Santista’ como melhor desfile de 2017, a Escola da cidade do Guarujá, Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Mocidade Amazonense abre a última noite de desfile do Carnaval da cidade de Santos, litoral de São Paulo, que acontece no sábado (3 de fevereiro), na Passarela do Samba Dráusio da Cruz e promete outro grande desfile na disputa pelo título 2018.

Outro grande prêmio de destaque carnavalesco conquistado pela escola ano passado, foi carro alegórico, construído por uma equipe de parintinenses comandado pelo artista do Boi Caprichoso, Sabazinho Cardoso. “Estamos pelo terceiro ano consecutivo na escola com a construção dos três carros alegóricos. Graças a Deus nosso trabalho sempre foi de destaque, assim como de todos os parintinenses em todo o Brasil. Hoje, 31 de janeiro, vamos fazer o translado dos módulos alegóricos para Santos para terminarmos a montagem dos carros na concentração”.

Sobre o desfile, Sabazinho diz que o carnavalesco Wallace Vinicius é um grande profissional e que o projeto desse ano promete empolgar novamente. “Temos um enredo forte e não tenho duvida que faremos outro grande desfile”, destacou Sabazinho.

A parintinense Ana Maria Menezes estreia na escola esse ano como artista de fantasia, responsável pela confecção da roupagem da ala das baianas. “Já trabalho há muitos anos como costureira. Foi convidada pelo presidente e aceitei o desafio. Sei da responsabilidade, afinal a ala das baianas é um dos pontos fortes e mais aguardado de toda apresentação nos carnavais das grandes capitais”.

A escola das cores verde e branco que tem como presidente Guilherme Evangelista e vice Guilherme Borda busca seu terceiro título no carnaval santista com o enredo: “Anastácia a Princesa dos Olhos da Cor do Céu”.

 

Kedson Silva/JI

você pode gostar também