Estado

Com alta nas internações por Covid-19, Parintins mantém toque de recolher e medidas restritivas

A determinação tem como principal embasamento o quantitativo de pacientes internados.

O Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus de Parintins decidiu em reunião realizada nesta terça-feira, 09 de fevereiro, manter, pelos próximos 15 dias, o toque de recolher de 15h às 05h da manhã, fechamento do comércio não essencial, proibição de práticas esportivas coletivas no município, dentre outras decisões estabelecidas pelo Decreto Municipal nº 028/2020-PGMP.

A determinação tem como principal embasamento o quantitativo de pacientes internados. Parintins tem 147 pacientes internados com Covid e síndromes respiratórias. Desde o início da pandemia, 220 pessoas foram a óbito. Desse total, 25 mortes ocorreram no mês de fevereiro.

“Todas as medidas contidas dentro do decreto municipal se mantêm. Essa é a decisão do comitê, discutido amplamente com a Defensoria Pública, Ministério Público e todos os participantes. Nosso objetivo é salvar vidas”, declara o presidente em exercício do Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus, Tony Medeiros.

GRAVIDADE DE NOVOS CASOS

De acordo com dados da Vigilância em Saúde de Parintins, nove casos positivos para Covid foram registrados no município nesta terça-feira. Todas as pessoas que positivaram foram internadas no hospital Jofre Cohen.

“Isso demonstra a gravidade. Por isso buscamos a manutenção do toque de recolher. Com as medidas de restrições, temos a equipe de fiscalização ativa, mas precisamos alcançar a conscientização da população”, alerta a coordenadora da Vigilância em Saúde de Parintins, Elaine Pires.

 

Secom

Foto: Yuri Pinheiro

você pode gostar também