Gov-03

Com qualificação dos servidores, CAPS AD amplia atendimentos a população

O prefeito Bi Garcia ressaltou a importância da qualificação para o atendimento a dependentes de álcool e drogas, e pediu comprometimento de todos.

Com a qualificação dos seus 35 profissionais concluída nesta quinta-feira, 11 de novembro, o Centro Psicossocial Álcool e Drogas de Parintins (CAPS AD), localizado no Parananema, ampliou atendimentos a seu público alvo. O CAPS estará recebendo dependentes químicos de segunda a sexta-feira, de 8 às 12h e de 14 às 18 horas. O prefeito Bi Garcia esteve na instituição conversando com os novos servidores públicos que realizarão o trabalho de recuperação dessas pessoas e suas famílias. Também participaram da visita ao Caps o presidente da Câmara Mateus Assayag, vereadores Telo Pinto e Fernando Menezes, secretário de Saúde, Clerton Rodrigues, secretário de Comunicação, Gil Gonçalves, e equipe técnica da Secretaria de Saúde.

O prefeito Bi Garcia ressaltou a importância da qualificação para o atendimento a dependentes de álcool e drogas, e pediu comprometimento de todos. “Tem muita gente aqui que está no seu primeiro emprego, outros já são habilitados em suas áreas e a gente precisa melhorar cada vez mais a qualificação desses profissionais que irão atuar cuidando bem desses dependentes químicos que precisam ser recuperados e devolvidos à sociedade parintinense”, salientou.

O CAPS AD conta com médico psiquiatra, enfermeiros, psicólogos, terapeutas ocupacionais, psiquiatra, pedagogos, entre outros. O secretário de Saúde, Clerton Rodrigues, afirmou não ter dúvida que o trabalho será de qualidade fazendo de Parintins também referência na recuperação de dependentes químicos. “Sabemos da importância desse projeto trazido ao município pelo prefeito Bi Garcia por emenda parlamentar junto ao senador Omar Aziz. É um investimento com uma importância muito grande principalmente para essas famílias que sofrem com a questão da dependência química”, destacou.

Mateus Assayag lembrou da importância do trabalho do Caps AD devido a esse problema que está presente no município que é o vício em álcool e drogas. “É algo que vai destruindo pouco a pouco as pessoas e o trabalho desenvolvido aqui por essas pessoas vai ser fundamental”, avaliou.

O diretor do CAPS, enfermeiro Roberto Pessoa, afirmou que qualquer pessoa pode procurar o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas em busca de ajuda sem necessidade encaminhamento. “Ao chegar aqui a pessoa já vai ser direcionada para o terapeuta de referência e dependendo da situação do usuário a gente já faz encaminhamento para o médico, psicólogo ou enfermeiro”, explicou.

Secom

Foto: Yuri Pinheiro

você pode gostar também