Duas pessoas são feridas por disparo de arma de fogo no Balneário Cantagalo: O caso segue em investigação

Foto: Divulgação

 

Roberto Costa e Wilian Zain, foram feridos por disparo de arma de fogo no Balneário Cantagalo no domingo (28) após uma confusão envolvendo, segundo testemunhas, os funcionários com um ex-policial e seu filho. Roberto e Wilian são funcionários da empresa responsável pelo Balneário. O caso segue em investigação pela Polícia Civil. Um chumbo atingiu de raspão acima da cintura de Roberto. As vítimas estão fora de perigo.

A delegada Alessandra Trigueiro informou que a princípio, as investigações apontam que um funcionário travou luta corporal com um dos clientes que estava em discussão e a arma acabou disparando. “Houve um desentendimento entre o cliente e o garçom que supostamente ele não teria pago a conta e o garçom foi solicitar que ele efetuasse o pagamento e nisso acabou iniciando uma discussão. Em ato contínuo algum dos funcionários desse estabelecimento, que estamos averiguando, surgiu com essa espingarda que travou luta corporal com o cliente que estava em discussão e nisso a arma acabou disparando. Até o presente momento apenas uma vítima veio com uma escoriação leve e a outra vítima estamos aguardando”, explicou a delegada.

“Todos os envolvidos tanto o cliente quanto os funcionários do estabelecimento se apresentaram na delegacia e apresentaram respectivamente as armas que estavam no momento da discussão”, prosseguiu Alessandra.

Conforme Alessandra, houve apenas um disparo durante a confusão.

Material apreendido. Foto: Gilson Almeida

 

Gilson Almeida/blogtadeudesouza.com.br

você pode gostar também