“É crime dilapidar o patrimônio público”, diz deputado Bi Garcia

Praça Digital Cristo Redentor, completamente abandonada

Durante participação no programa Parintins em Revista na manhã de sábado (01), o deputado Estadual Frank Bi Garcia (PSDB) fez um apanhado sobre os problemas enfrentados pela população parintinense atualmente. O parlamentar frisou a falta de atenção do poder público municipal em fazer a manutenção de praças, postos de saúde e ruas da cidade.

Com relação a obras feitas durante os oito anos de sua gestão como prefeito de Parintins e que estão em estado de abandono, Bi foi enfático ao afirmar que isso ocorre em decorrência da falta de compreensão de que o patrimônio é do povo e não dele enquanto ex-chefe do poder executivo municipal.

“Isso é birra, é aquela coisa da política baixa, pequena, que acha que não cuidando do patrimônio do povo ele vai atingir e manchar a imagem do adversário político. Isso está totalmente errado, não se aceita mais no mundo de hoje. É crime dilapidar o patrimônio público”, comentou.

Garcia também falou durante a entrevista que lamenta por Parintins estar passando por uma crise administrativa que reflete diretamente na economia da cidade. “O nosso município está com uma situação econômica muito difícil. Os recursos não são aplicados na cidade. Nós caímos bastante no que se refere a renda per-capita dos parintinenses porque os recursos públicos não estão sendo gastos no município de Parintins. Não estão comprando em Parintins, estão comprando fora”, disse.

Segundo o parlamentar, a não-aplicação dos recursos públicos na cidade gera consequências negativas ao comércio local. “Quando você compra fora de Parintins, você gera emprego na praça onde compra. O comércio daqui começa a demitir os funcionários. Cai o movimento financeiro e as vendas no comércio, aí o comerciante logicamente começa a reduzir custos, demitindo funcionários”.

Na entrevista, o deputado também comentou sobre sua participação na posse da nova diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) em Parintins e na formatura de técnicos em radiologia do Instituto Guarany.

 

Daniel Sicsú / JI

 

você pode gostar também