Gov-01

Empresário parintinense cria a cápsula ProtectMAX ODONTO no combate ao Covid-19

A odontóloga Rainez Rocha, apelidou de Cápsula do Sorriso.

Gov-02

O jovem Fram Canto, administrador de empresas de sucesso no Baixo Amazonas, cedeu espaço para um conversa com nosso JI, onde narra diversos fatos de sucesso nas suas criações e até revelações surpreendentes.

 

Depois do sucesso da Cápsula de Hood que foi criada para a proteção dos Profissionais da saúde nos hospitais, Fram Canto, como é conhecido na cidade e região, foi procurado por vários amigos odontólogos com o desafio de criar algo para a sua proteção e dos pacientes. Daí ele partiu para algumas pesquisas anatômicas sobre a forma como o profissional procede no atendimento de modo a proteger confortavelmente tanto o dentista quando ao paciente, daí surgiu o protetor ProjectMax Odonto.

Uma das primeiras odontólogas da ilha, a conceituada dra. Rainez Rocha, postou nas redes sociais seu contentamento com o aparelho.

“Das diversas formas de transmissões do novo coronavírus, já temos a certeza de que a disseminação ocorre de pessoa para pessoa. Sendo transmitido pelo ar, por meio de gotículas de saliva, espirro ou tosse, e também contato com secreções e superfícies ou objetos contaminados, seguido de toque na boca, nariz ou olhos. Pensando em melhorar ainda mais nossa linha de cuidados nos atendimentos odontológicos, instalamos hoje, a ProtectMAX ODONTO, um aparato criado pelo meu amigo Fram Canto, da Gráfica João XXIII, um administrador de empresas excepcional e um artista nato”, disse Rainez Rocha

“Apelidei de Cápsula do Sorriso. É feita em acrilico 5mm, sem emendas e com curvas anatômicas que facilitam o manejo durante o atendimento, bem como o processo de higienização. A ProtectMAX chegou para incrementar nosso arsenal de cuidados na prevenção e cuidados para evitar a disseminação da COVID 19”, concluiu.

 

O INÍCIO DO PROJETO

“Desde o início da pandemia tive a  convicção de era a hora de colocar à disposição do bem os dons que Deus me presenteou. Já tínhamos decidido dar férias coletivas e na ultima reunião informei a minha equipe que eu iria continuar trabalhando em prol da comunidade através do projeto “Todos contra o coronavirus” idealizado por mim, que ajudaria a proteger através da produção de EPIs todos os profissionais da linha de frente à esse combate. Com o lema “Cuidando de quem cuida da gente” expliquei naquele momento dos riscos e que estavam todos liberados e quem quisesse ficar seria bem vindo. Pra minha surpresa todos decidiram colaborar com o grande desafio. Eu inventava e eles produziam. O tempo era curto e a medida que o perigo se aproximava acelerávamos ainda mais. Medidas de segurança e higienização foram tomadas, principalmente dos itens que saiam da linha de produção. Foram vários dias e noites exaustivos para entregar o máximo de itens de proteção para os hospitais postos polícia, bombeiros e outros setores diretamente ligados ao combate ao coronavírus. Tivemos ajuda financeira de muitos amigos e principalmente da Primeira Igreja Batista de Parintins através dos amigos Pe. Elmer e Elisângela Lessa para comprar materiais”, relata Fram Canto.

 

OS RISCOS E A CONTAMINAÇÃO

Perguntado como está superando essa crise, já que gerencia uma das maiores gráficas do estado, a gráfica João XXIII, que atende toda a região do Baixo Amazonas, com inúmeros funcionários, Fram diz: “Sabíamos dos riscos e ao final do mês de abril, eu e mais 12 dos meus colaboradores acabamos nos contaminando, tendo que dar uma pausa na produção. Graças a Deus todos já recuperados retornamos essa semana com força total para dar andamento ao projeto. Pelo porte da nossa cidade e por termos pouca estrutura nos hospitais hoje, mais do que nunca, a população tem que entender a necessidade do isolamento social. Só assim nossos profissionais da saúde poderão cuidar dos pacientes graves que chegarão gradativamente  em busca de auxílio”, finaliza o jovem empresário de sucesso reconhecido.

 

Por Carlos Frazão/JI

Fotos: Facebook

 

 

Gov-03
você pode gostar também