ERIVARQUE…

Bendelarque Teixeira, hoje Gerente do Basa, na época bem jovem e entusiasmado com a política partidária, era militante da esquerda, mas resolveu candidatar-se a vereador por um partido de direita. Seu grande amigo de Grupo de Jovem da Catedral era o atual Vice Prefeito de Parintins, Tony Medeiros e juntos saiam garimpando uns votinhos no mesmo carro, uma Belina bem surradinha dos anos 80. Não discutiam, não brigavam e alimentavam a esperança que sairiam vitoriosos daquela eleição; os dois não venceram mas foram diplomados suplentes e a amizade entre eles continua até hoje. Mas, um fato interessante e marcante daquele pleito foi relatado pelo irmão do Bendelarque, o artista alegórico Amarildo Teixeira. Amarildo chegou na residencia do Erivaldo Maia, também candidato a vereador, e reconheceu um cidadão que tomava café, almoçava, jantava com eles e se dizia ferrenho cabo eleitoral do Bendelarque. Amarildo contou tudo; Erivaldo, com muita raiva, olhou para o cidadão e perguntou: Afinal, o Sr. vai votar em quem? Ele mansamente respondeu: No senhor e no seu Bendelarque!!.Após alguns minutos de silêncio, Erivaldo Maia pegou uma caneta e um pedaço de papel e disse: então vamos fazer uma simulação, vá ali naquela outra mesa, escreva como vai votar e traga aqui, por favor. Naquele tempo podia-se votar no nome, no número, no apelido, valia até mesmo a intenção de voto, mas votar em dois não era normal. O homem foi lá, escreveu rapidinho e entregou o papel para o Amarildo e o Erivaldo. Escreveu em letras grandes e legíveis: ERIVARQUE (Erivaldo e Bendelarque). Enquanto os dois se mijavam de tanto rir, o homem aproveitou, desceu as escadas e sumiu no trecho.

 

Colaboração: Inaldo Medeiros

você pode gostar também