Expedição fluvial lembra trajeto feito por português no AM há 375 anos

Barco saiu de Manaus neste domingo (17) (Foto: Divulgação)

Teve início, neste domingo (17), a segunda e última etapa da “Expedição Fluvial Pedro Teixeira”. O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Soares de Meirelles”, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas, saiu de Manaus para a realização da expedição, que revive o trajeto percorrido pelo navegador português Pedro Teixeira há 375 anos.

A programação da expedição fluvial também conta com palestras nas comunidades e municípios visitados. A primeira etapa do trajeto foi realizada em agosto de 2014, quando foram visitados os municípios de Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antonio do Içá, Fonte Boa, Tefé, Coari, Codajás; e a Reserva de Mamirauá.

Na segunda e última etapa, a expedição visitará Parintins, no Amazonas; Oriximiná, Óbidos, Alenquer e Santarém, no Pará (PA). O Embaixador de Portugal, Francisco Ribeiro Telles,  acompanhará a expedição até o seu destino final.

“A expedição vai refazer um resgate histórico de um português que descobriu o Amazonas, que faz parte tanto da história do Brasil quanto de Portugal. É uma viagem simbólica”, disse, por meio de assessoria de comunicação.

Ao fim da missão, o NAsH “Soares de Meirelles” voltará ao Amazonas, onde prestará atendimentos médicos e hospitalares no final do mês de maio, em Itacoatiara/AM, durante o Ação Global 2015.

 

G1-Amazonas

você pode gostar também