Estado

Fardamento e kit escolar reforçam preocupação com qualidade do ensino

Material está sendo disponibilizado a 450 mil estudantes de 600 instituições de ensino.

“Na escola todos são iguais”. Com mais de 25 anos de profissão, a professora Luciana Pedroso, que leciona Língua Portuguesa e Matemática na Escola Estadual Samuel Benchimol, no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus, define desta forma a importância de uniformizar e entregar materiais escolares básicos para os alunos da rede pública de ensino.

O fardamento, que não era fornecido aos alunos há pelo menos sete anos, voltou a ser entregue pelo Governo do Amazonas no início de junho, quando voltaram às aulas presenciais na rede estadual. Os uniformes e os kits de material escolar estão sendo distribuídos a 450 mil estudantes de 600 instituições de ensino, por meio do projeto “Pronto pra Aula”.

“Tem uma importância muito grande, primeiro porque incentiva muito, toda criança gosta de receber o seu material, eles ficam ansiosos por isso. Todo material que veio no kit é muito útil, principalmente porque as nossas crianças, algumas são muito carentes, não têm condições, toda essa questão da pandemia influenciou muito”, destacou Luciana Pedroso.

“E a questão do uniforme, isso é muito mais importante, porque a gente sabe que o uniforme foi adotado porque na escola todos são iguais, não tem diferenciação de aluno. A escola tem uniforme próprio, mas nem todos os pais estão em condições de comprar, então isso vai facilitar demais, até mesmo a vinda dessa criança para a escola”, concluiu a professora.

Cerca de 24 mil professores e pedagogos da rede estadual de ensino também estão recebendo kits pedagógicos, compostos por materiais de expediente necessários para o ano letivo.

Motivação – Entre os alunos, a entrega do kit e dos uniformes motivou a frequência escolar e a dedicação às atividades propostas nas salas de aula.

“Tem um monte de coisa, tem uma blusa (farda), caderno, tesoura, régua, um monte de coisa. Eu não tinha todo o material, sempre pedi da mamãe para ela comprar, ela nunca comprou. Acho que ela vai ficar feliz, porque eu ganhei um monte de material”, comemorou Lívia Aragão, aluna do terceiro ano do Ensino Fundamental na escola Samuel Benchimol.

A unidade da Secretaria de Estado de Educação e Desporto tem, ao todo, 2.896 alunos divididos em três turnos e sete modalidades, que vão da Educação Infantil à EJA (Educação de Jovens e Adultos).

“Há muitos anos a gente não vê essa distribuição de material escolar, nem kit para o aluno, nem tão pouco para o professor. Que bom que agora a gente tem um governo que tem um olhar especial para a educação, que se preocupa com a qualidade do ensino do estado do Amazonas”, disse a gestora da escola, Sara Arruda.

“O fardamento vindo é uma forma de não só identificar o nosso aluno, contribui também com o valor que o aluno dá quando ele recebe esse material. Até mesmo os próprios professores estão se sentindo mais acolhidos, mais cuidados”, acrescentou Sara.

Material – Os alunos do Ensino Fundamental dos Anos Iniciais, por exemplo, recebem cadernos horizontais, lápis, borrachas, giz de cera, lápis de cor, colas, apontadores, cadernos de caligrafia, de desenho e tesoura sem ponta.

Já os estudantes do Ensino Fundamental dos Anos Finais recebem kits com lápis, cadernos de matéria, canetas, borrachas, régua, lápis de cor, cola e tesoura em ponta, assim como os estudantes do Avançar, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Indígena e Tecnológico.

Os estudantes do Ensino Médio terão kits com dois cadernos de matéria, caneta, lápis, lápis de cor, borracha, apontador, cola, régua e tesoura sem ponta.

Interior – Desde o início de maio, o projeto “Pronto pra Aula” tem avançado no interior. Os kits começaram a ser entregues no Careiro Castanho, no último dia 18 de maio. Nos próximos dias, todos os municípios estarão fazendo a distribuição.

 

 

SECOM

FOTOS: Bruno Zanardo/Secom

Publicado por Carlos Frazão/JI

você pode gostar também