Futebol Feminino em Parintins ganha competitividade

Copa Alvorada 2015 não tem favoritos

Devido o baixo rendimento da equipe feminina do Clube da Baixa em competições existentes na cidade e o fortalecimento das outras equipes nos jogos. O coordenador da Copa Alvorada, Judson Lima destaca que o crescimento do futsal feminino dentro da competição é muito grande e visível. “Confirmo que hoje o campeonato feminino não existe favoritos, mais doze equipes lutando pelo título. E que Parintins dispõe de um futsal nesse naipe de auto-rendimento, onde existe um trabalho que é realizado voluntariamente por alguns desportistas da Ilha”, disse J. Lima

O coordenador lembra que a equipe do Clube da Baixa venceu a Copa Alvorada por cinco vezes seguidas (pentacampeão) e sempre foi favorito ao título em todas as competições que disputa. “Esse ano pode ser que o Clube da Baixa seja campeão, mas não vai ser fácil como nos anos anteriores”. Segundo ele “o futsal feminino esse ano, não é só correr atrás da bola, se vê um futsal com técnica, mais jogo tático, um condicionamento físico e uma preparação realmente por parte das equipes, em buscade vencer a competição”.

A jogadora da equipe do Esporte Cristalina, Rafaela Alfaia conta que percebemos a crescimento e a importância da coletividade e de acreditar. “Existem algumas equipes que já tem tradição dentro do futsal feminino e sempre são favoritas, mais hoje qualquer equipe pode ser campeão, basta acreditar, treinar sério, esse ano estamos percebendo o desenvolvimento das outras equipes nas competições, e hoje enfrentamos essas equipes tradicionais de igual para igual”, informa.

A treinadora do Inter Futsal, Janda Portilho comenta que já foi desportista e ajuda porque gosta de participar e incentivar dos campeonatos existentes na cidade. “Quero agradecer a Rádio Alvorada pelo incentivo ao futsal feminino, com a realização dessa competição. Graças a Deus, o futebol de campo e o futsal estão crescendo muito na cidade, estamos percebendo uma maior competitividade por parte principalmente das novas equipes em querer vencer”.

O Presidente da equipe das Santistas, Bosco Santos ressalta que “há uns anos atrás foi procurado por algumas meninas e pelo treinador Timotéo para formar o time das Santistas, e hoje graças a Deus estamos vendo esse incentivo dando certo, com o fortalecimento da equipe. O time hoje é visto com um dos melhores dentro do futebol feminino na cidade”.

 

 

Kedson Silva/JI

você pode gostar também