Horário do toque de recolher em Parintins é mantido com fiscalização reforçada, e adiada a eleição do Garantido

O comitê sugeriu que a data da eleição no Garantido seja transferida para o último final de semana do mês de outubro.

Em reunião do Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus de Parintins, realizada nesta terça-feira, 08 de setembro, foi deliberada a continuidade do toque de recolher das 22h às 05h da manhã, e o reforço na fiscalização. O encontro, que teve a participação da Prefeitura, Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e demais órgãos, também definiu a manutenção de todas as restrições estabelecidas pelo decreto municipal 073-PGMP. A decisão passa a valer do dia 10 ao dia 25 de setembro.

 

Além da manutenção do toque de recolher, foi definida a continuidade da proibição de funcionamento de bares (podendo atender somente em sistema de delivery até as 22h), proibição da prática de esportes coletivos e uso obrigatório de máscaras nas ruas, espaços públicos e estabelecimentos comerciais. O funcionamento de restaurantes e lanchonetes segue permitido até às 22h.

O prefeito e presidente do Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus, Bi Garcia, elenca os motivos da manutenção das medidas impostas pelo decreto municipal nº 073. “Hoje optamos por manter o toque de recolher da forma como está, haja vista a redução do número de acidentados que ocuparam leitos no hospital Padre Colombo e o número de contaminados no município que não tem aumento expressivo. Temos apenas o aumento de internação. Mas com todas as parcerias que firmamos, com a chegada do protocolo que veio se juntar com o nosso, mais o aumento do toque de recolher, controle nas vias de Parintins, de aglomerações, a gente vai apostar na possibilidade de ter uma redução”, pontua Bi Garcia.

No encontro do comitê também foi discutida a eleição para escolha do novo presidente do Boi-Bumbá Garantido. Conforme decisão do comitê, a comissão eleitoral do boi terá que apresentar à Vigilância em Saúde o planejamento organizacional do pleito, conforme todas as normas sanitárias estabelecidas pelos órgãos reguladores, e o quantitativo de eleitores aptos a votar. Com esses trâmites necessários, o comitê sugeriu que a data da eleição seja transferida para o último final de semana do mês de outubro.

 

SECOM

Fotos: Yuri Pinheiro

você pode gostar também