Campanha Caburi

Jender Lobato recebe apoio do presidente tricampeão, Ray Viana

Campeão com o Boi-Bumbá Caprichoso em 1990, em 1992 e tricampeão no triênio 1994-1995-1996, o professor aposentado Rai Viana, além de manifestar apoio espontâneo à Jender Lobato, também apresentou sugestões, tanto administrativas, quanto artísticas e estratégicas. O presidente detentor de cinco títulos e único tricampeão com o touro negro recebeu o candidato em casa, no bairro Paulo Corrêa, no dia 20 de julho.

Na gestão de Rai Viana, o Boi Caprichoso deu uma ‘cara nova’ ao Festical Folclórico de Parintins, com grandes espetáculos, com a criação do Conselho de Artes. Jender Lobato foi conversar com o ex-presidente pela carreira vitoriosa e experiência. “Todo candidato à presidência que se preze, tem que conversar com o professor Rai Viana, porque, afinal de contas, é um ex-presidente vencedor, de nada mais, nada menos, cinco festivais”, disse.

O candidato se comprometeu em zelar pelo patrimônio, fazer o boi para todos, unido, e sem esconder os problemas existentes. “Eu espero ter um pouquinho da sorte que o senhor teve de ganhar três festivais consecutivos, mas, acima de tudo, fazer o nosso boi bonito para sermos campeões e montarmos um plano de trabalho, de fato, para equacionar as dívidas. É para isso que estamos aqui, junto com o professor Rai Viana”, enfatizou Jender.

O ex-presidente colocou o conhecimento à disposição de Jender. “Temos que pensar, primeiramente, na legalização do boi para receber recursos de patrocinadores. Só teremos direito e obrigação de receber esse dinheiro, se estivermos com finanças em dia. Quem se eleger terá que trabalhar muito para sanar os débitos, porque sem isso, o boi não tem credibilidade. Esse é meu pedido ao Jender, caso chegue à presidência, que olhe seriamente para o lado financeiro”, destacou.

Rai recomendou a criação de um planejamento para a presidência não gastar além do orçamento. “É preciso planejar os percentuais do quanto vai ser investido em que. Se o boi de arena custa R$ 5 milhões, esse valor não pode ser ultrapassado, em hipótese alguma. A matemática é uma ciência exata. Você não pode gastar o que não tem. Peço ao Jender, caso seja o presidente do nosso boi, que faça tudo para que o Caprichoso não seja penalizado ou perca patrimônio”, afirmou.

 

Texto: Gerlean Brasil

Foto:Arleison Cruz

você pode gostar também