JOVENS DA PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DE LOURDES ENSAIAM PARA A ENCENAÇÃO DA PAIXÃO DE CRISTO, EM PARINTINS

A encenação dramatizada dirigida pela diretora do cinema e teatro Concy Rodriguez.

 ‘A Paixão de Cristo’ da paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, em Parintins (distante 369 km de Manaus), vai acontecer pelo segundo ano consecutivo, nos dias 2 de abril, a noite, e 03 de abril, de manhã (quinta e sexta-feira da Paixão). A encenação dramatizada dirigida pela diretora do cinema e teatro Concy Rodriguez, tem elenco composto pelos jovens atores do Núcleo Teatral Cristão (NUTECRIS), criado por Concy, com aval do padre Marco Aurélio, pároco de Lourdes.

Os ensaios começaram no início do mês de março na quadra da igreja de Lourdes e de Nossa Senhora de Nazaré, de onde será o percurso da encenação.  Os preparativos estão em plenas atividades e os cenários estão sendo feitos pelo cenógrafo Paulo Pimentel, juntamente com os jovens atores.

Na encenação um dos pontos altos, críticos, para alguns chocante, é a flagelação, onde o personagem Jesus é humilhado e surrado por aproximadamente 10 minutos.  O roteiro é baseado no filme The Passion, de Mel Gibson, que no ponto de vista de Concy Rodrigues, é o que mais chega perto da realidade.

 

“Segundo relatos, Jesus suava sangue de tanto desespero, humanamente desprezado, seus ossos foram quebrados… não se pode dizer que pegou apenas umas lambadinhas, ele foi muito machucado, humilhado. Então é isso que vai acontecer, para que as pessoas reflitam, que daquela forma absolutamente cruel foi que Ele deu a vida para nos salvar. Foi obediente, mesmo sentindo-se abandonado, até a morte. A gente quer passar ao público emoção, reflexão e evangelização”, relata a diretora.

 

Quem interpretará o protagonista é o ator Janderson Nunes, que pelo sexto anos faz o papel de Jesus. “O desafio é muito grande, uma responsabilidade enorme. Temos de passar pro povo um sofrimento, uma história real vivida por Cristo. Com a força de Deus, muita oração, conseguimos realizar todos os anos A Paixão de Cristo, para chamar a atenção principalmente dos jovens, para dentro da igreja, da comunidade”, disse Janderson.

 

Elenco

Para Concy a entrega do elenco é total e positiva, e as expectativas estão as melhores possíveis. “A encenação canaliza a energia e a criatividade dos jovens, une-os em prol de um bem maior, a evangelização. A encenação ‘A Paixão de Cristo’, leva a palavra de Deus na forma das artes, onde busca despertar em cada pessoa a ser discípulo, seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo, que revolucionou a história da humanidade”.

 

“Em cada parte dessa história, em cada cena podemos perceber o grande amor do Pai para conosco, nos dando seu filho como nosso salvador. Há dois anos a encenação mobiliza a comunidade, principalmente os jovens, como voluntários e também expectadores, fazendo da nossa encenação uma grande oração”, ressalta Rodriguez.

 

Concy revela que esse ano elaborou um texto abordando um aspecto diferente dos relatos da paixão e morte de Jesus. “Não teremos a ressureição na sexta-feira santa, deixando para ser feita na missa da ressurreição”.

 

Preparação 

A diretora de teatro enfatiza que para elaboração da maquiagem, objetos de cena, são realizadas pesquisas em textos de filmes, internet e outras fontes.

 

“O que o público assiste na quinta e sexta feira santa é o resultado de um mês de pesquisas, ensaios, organização e execução. Contamos com uma equipe de iluminação que se preocupa em dar destaque a toda criação realizada e auxiliar os paroquianos a passar a mensagem de Jesus. A trilha sonora gravada e ao vivo também é o resultado de pesquisa e ensaios para que tudo aconteça em sintonia, podendo assim, o público se emocionar com a vida deste homem que mobilizou e mobiliza multidões”, conclui Rodriguez.

 

Geandro Soares

Foto: Renan Motta 

Jornal Gazeta Parintins