Campanha Caburi

Lá se foi o “cobra-grande”

Se ainda não ouviu, ouça. As histórias de pescador são belíssimas. Elas têm riquezas de humor, inventividade e doses e doses de mentirinha (rs). Isso, porém, é outra história. A cobra-grande é uma lenda que faz parte das histórias do pescador da Amazônia. Nos duelos, nas noites quentes enluaradas ou debaixo de chuvas torrenciais, o pescador leva vantagem. Assim ele diz. Ele conta que tamanho e bravura do animal não são empecilhos para ser declarada vitória humana. Certa vez, um pescador comentou por aí que cobra-grande muda de cor, se gera para donzela, canta às margens dos lagos e igapós: tudo isso para atrair suas vítimas. O bom pescador não se deixa seduzir, mesmo ouvindo o melhor canto e avistando a mais bela donzela. Abater o animal com seus apetrechos de pesca e voltar para casa é o importante. Então, queridos, pescador sei que existe, agora, cobra-grande não sei dizer (rs). Agora, ouvi dizer que na cidade existiu o “cobra-grande”, um homem que se intitulava forte, devastador e temível, assim como o lendário animal. Ninguém sabe dizer se ele se gerava ou sonhava ser uma cobra-grande (rs), embora comentam que o ‘dito-cujo’ ao sentir-se desapontado retrucava e suas mexidas, em seu habitat, eram similares ao da cobra-grande (rs). Alguém falou por ai que mês passado o “cobra-grande” atravessou o grande rio, fez a grande viagem, desapareceu da face da terra e suas quatro esposas brigam pela herança. Com cada mulher o “cobra-grande” gerou quatro filhos e era avô e bisavô. Será mesmo que o “cobra-grande” fez todo esse estrago? (rs). Uns, até, comentam que nos últimos dias o “cobra-grande” andava chateado e que estava bebendo e fumando bastante. Sei não. Acho que isso é história de pescador (rs). Eu conheço muitas pessoas com apelidos engraçados, mas cobra-grande é a primeira vez que ouço (rs). Agora, se esse tal cobra-grande, realmente, existiu que seus feitos enriqueçam apenas as futuras histórias de pescador.

 

Aroldo Bruce, jornalista

Colaborador JI

Imagem: Ilustração/Internet

você pode gostar também