Carnailha 2020

LEI DE AMOR

Quando o amor ainda está mesclado com os impulsos do instinto e do desejo, nós o encontramos sob o nome de PAIXÃO.

Quando o amor traduz afinidade, carinho e respeito mútuo, nós o chamamos de AMIZADE.

Quando o amor resvala pelos caminhos áridos do ciúme e da posse, ele aprisiona, e é quando encontramos o APEGO.

Quando o amor liberta, nós o chamamos de RENÚNCIA.

Quando o amor ainda está fechado em si mesmo, como semente escura e enclausurada, nós o chamamos EGOÍSMO.

Quando o amor se expande como um sol ardente, em benefício dosemelhante, torna-se divino, e o chamamos de

CARIDADE.

O ÓDIO é apenas a ausência de amor, assim como a sombra é a ausência de luz, ou então, é o amor traído e, por isso mesmo, tempestuoso.

O amor é como o sol, está por toda parte. A diferença está na maneira como o refletimos

O amor é a força que une os mundos até mesmo mundos tão diferentes como está presente nos pequenos seres e até nos recantos mais escondidos do coração.

Quando nos afastamos desse AMOR, sentimos o frio e a infelicidade na alma.

Se nos aproximamos dele, sentimos a paz e a alegria. Porém, esse amor terá matizes diversos, segundo a nossa capacidade de percebê-lo em nós.

Essa é a LEI da vida, eu e você estamos imersos nesse AMOR. Viemos dele e é para ele o destino de todos nós.

AMAI-VOS COMO EU VOS AMEI!

 

 

Ir. M. Helena Teixeira

Colunista JI

você pode gostar também