Campanha Caburi

Mais de 40 pessoas internadas após consumir tucumã e queijo em Parintins

Quem quis homenagear o pai com um delicioso café regional na manhã deste domingo, 9, tendo entre os produtos tucumã, queijo e tapioca tomou um susto. Dezenas de pessoas deram entrada durante todo o dia nos hospitais Jofre Cohen e Padre Colombo com sintomas como vômito, diarreia, febre, mal estar e em alguns casos os pacientes chegaram a perder a consciência. No relato de quem passou mal. Os sintomas se manifestaram após ingerirem os produtos adquiridos na feira do produtor localizada na Rua Boulevard 14 de maio, centro da cidade. Mais de 40 pessoas teriam passado mal.

 

O tucumã, o queijo e a tapioca estão entre as principais suspeitas para o surto de diarreia registrado no fim de semana. Algumas pessoas chegaram a levar amostras dos produtos regionais para os hospitais no sentido de descobrirem a causa do surto. O autônomo João Batista contou que passou mal logo após consumir o produto. “Comprei tucumã na Praça do Sagrado e consumi muito. Eu e minha esposa estamos hospitalizados sentido muita dor no estômago, vomito diarreia e tonteira. Consumimos tucumã, queijo e pão”, contou ele.

 

Ângela Batista ficou em observação para receber a medicação e afirma que é a primeira vez que ficou doente ao se alimentar com os produtos regionais. “Nós passamos mal logo após consumirmos. A gente sempre compra da mesma pessoa, mas hoje não sabemos quem é, e de onde veio o produto”, afirma.

 

Existe a suspeita de que o tucumã tenha sido amadurecido com carbureto. Mas a plantonista do Hospital Padre Colombo preferiu não comentar o assunto, pois prefere aguardar os laudos para oficializar o que causou o surto.

 

No bairro Itaúna I, Rua Tomaszinho Meirelles, oito pessoas da mesma família foram internados após ingerirem tucumã. Alguns chegaram de Manaus e comemoravam o dia dos pais e logo após consumirem o produto já sentiram mal-estar. “A refeição de manhã do café era um surpresa para os familiares e eu não comi e quem comeu passou mal”, contou o único familiar que não participou do café.

 

O médico plantonista do Hospital Regional Jofre Cohen Isaias Santos acredita que o produto tenha sido fornecido para vários vendedores. “Todos diziam que ingeriram tucumã, tapioca, ou queijo no café do dia dos pais. Não foi só num lugar, foi alguém que forneceu para vários lugares. Algumas pessoas perderam até a consciência”, informou.

 

A Vigilância Sanitária de Parintins suspendeu a venda de tucumã e queijo em Parintins até que o resultados dos exames sejam concluídos. Agentes visitaram feiras em Parintins colhendo amostrar para análises.

 

 

Com informações do portal Parintins 24 horas 

 

você pode gostar também