Estado

Manaus é segunda capital que mais aprova governo Bolsonaro no País, aponta Ibope

Segundo o  ranking, 54% dos manauenses aprovaram a administração do presidente Bolsonaro

(Foto: Reprodução Internet)

A capital amazonense assegurou o segundo lugar no ranking das capitais que mais aprovam o governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Os dados são da primeira rodada de pesquisas realizadas pelo Ibope em 25 capitais e divulgadas esta semana pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com o ranking divulgado, 54% dos manauenses aprovaram a administração do presidente Bolsonaro. A capital do Amazonas fica atrás apenas de Boa Vista, em Roraima, onde 66% dos entrevistados disseram que o governo é ótimo ou bom.

O terceiro lugar foi ocupado por Porto Velho, em Rondônia, com 50% dos entrevistados aprovando o atual governo. A pesquisa mostra um cenário com diferenças significativas na maneira como os eleitores avaliam a administração do presidente.

Para se ter uma ideia, em Salvador, na Bahia, o índice dos que consideram o governo ótimo ou bom chegou a 18%. Em contrapartida, a capital soteropolitana foi a que mais reprovou o governo, com 62% dos eleitores entrevistados avaliando a administração bolsonarista como ruim ou péssima.

Pesquisa

A margem de erro do estudo é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Quem foi ouvido: 504 eleitores da cidade de Manaus

Quando a pesquisa foi feita: 12 e 14 de outubro

A pesquisa foi encomendada pela Rede Amazônica

Número de identificação na Justiça Eleitoral: AM-09557/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Apenas em São Luís, no MA, ainda não foi feito um levantamento do Ibope após o registro oficial das candidaturas. A última pesquisa nacional do Ibope sobre a aprovação do presidente, concluída em setembro, mostrou uma aprovação do governo Bolsonaro por 40%. Os que consideravam o governo regular somaram 29%. Esse foi o mesmo percentual de brasileiros que consideravam o governo ruim ou péssimo.

 

https://revistacenarium.com.br/

 

 

 

 

 

você pode gostar também