MB celebra Batalha Naval do Riachuelo com desfile de navios e exposições em Manaus e Evento em Parintins.

Navios da Marinha do Brasil fizeram um desfile na Ponta Negra durante programação da Batalha Naval do Riachuelo. — Foto: Patrick Marques/G1 AM

 

Em comemoração à Data Magna, celebrada em 11 de junho, a Marinha do Brasil disponibilizou programação especial com exposições e visitações em navios durante o fim de semana, em Manaus. A data remete ao 154° aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, em 1865, durante a guerra da Tríplice Aliança.

Conforme a Marinha, o evento é considerado como um dos mais importantes da história do Brasil, por ter sido um ponto de inflexão da campanha militar que levou a vitória aliada.

“É uma data muito importante para a Marinha. Ela relembra o que ocorreu durante a guerra da Tríplice Aliança. Foi um ponto de conexão para que fosse alcançada a vitória naquele conflito. É uma forma de relembrar quem lutou e contribuiu para a vitória do Brasil”, disse o capitão-tenente Diego Bomfim, do 3° esquadrão de helicópteros de emprego geral.

Para celebrar a data, a Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9° Distrito Naval (COM9°DN), realizou uma programação especial para o público, em Manaus, durante o fim de semana.

 

A programação contou com visitação pública aos navios, parada naval, exposição sobre a Batalha Naval do Riachuelo, além de exposição de aeronaves e apresentação da Banda de Fuzileiros Navais do 9° Distrito Naval.

O motorista Ivan da Rocha disse ter aproveitado uma folga no trabalho e decidiu levar a família para passear na Ponta Negra e acompanhar a exposição e desfile de navios da Marinha, na manhã de domingo (9). “Trouxe a minha sobrinha e minha cunhada. É sempre bom quando tem exposições assim. Além do passeio, conseguimos conhecer mais sobre eles”, finalizou (Por G1 AM)

EM PARINTINS, A DATA SERÁ COMEMORADA COM UMA CELEBRAÇÃO FEITA PELO AGENTE NAVAL, CT (AA) JOSÉ CARLOS DE SÁ, SUA GUARNIÇÃO, SOAMARINOS, AUTORIDADES E CONVIDADOS , ÀS 19:00H DESTA SEGUNDA-FEIRA, NOS SALÕES DO CONTEMPORÂNEO FESTAS E EVENTOS.  (Por Carlos Frazão/JI)