METAS…

Nossa cronista Márcia Nogueira brinda os leitores com metas e objetivos…

 

É comum no final do ano nos enchermos de esperança e acreditarmos que o ano que chegará será bem melhor.

É comum acreditar que nós seremos mais fortes, mais saudáveis, mais bonitos, mais preparados, teremos mais dinheiro, mais estudos e mais sucesso.

É  também comum que chegue o final deste ano e nada tenha mudado. E de novo acreditamos que no próximo ano, tudo será diferente e melhor.

O que não é comum, é pararmos para pensar porque muitas vezes, a vida se repete ano após ano, sem novidades.

Se você está lendo este texto agora e se identificou, continue a leitura para entender que se você estabelecer metas, suas chances de alcançar seus objetivos irão aumentar.

Antes de continuar  é preciso compreender que metas e objetivos são coisas diferentes. Metas são tarefas ou ações específicas que deverão ser executadas para chegar a seu objetivo.

Exemplos: Em 2017 quero engordar 12 kg.  (Objetivo); Engordar no mínimo 1 kg por mês (meta).

Ao encerrar o mês de janeiro, se você não tiver engordado pelo menos 1 kg, não atingiu sua meta. Terá que rever suas estratégias (no caso aqui, sua alimentação) e promover mudanças a fim de em fevereiro alcançar a meta mensal.

Esta é a importância das metas para nossos objetivos, definir o que precisamos fazer, colocar prazos e verificar os resultados.

Faça isso, se preferir por escrito, no meio do ano veja o quanto avançou ou se precisa alterar as metas para continuar avançando. O importante é manter o foco naquilo que você quer.

 

“Um homem pode ser tão grande quanto ele queira ser. Se você acredita em si mesmo e tem coragem, determinação, dedicação, iniciativa competitiva e se você está disposto a sacrificar as pequenas coisas da vida e pagar o preço pelas coisas que valem a pena, isso pode ser feito” (Vince Lombardi)

 

 

 

Márcia Nogueira/Colunista JI

você pode gostar também