Campanha Caburi

“Morte de Everaldo Batista foi encomendada”, diz irmão

Adson Batista, irmão do ex-vereador.

“O assalto foi uma fachada, a morte do meu irmão (Everaldo) foi encomendada”, acredita Adson Batista, irmão do ex-vereador Everaldo Silverio Batista Coelho, 56, executado com três tiros que atingiram o pescoço e a cabeça na manhã desta segunda-feira, 22, em sua própria residência, localizada na rua Itapiranga, bairro Palmares.

Adson suspeita que o irmão vinha recebendo ameaças, pois ultimamente andava muito agitado. A esposa da vítima, Suzy Marinho, relatou que antes de atirar em Everaldo, um dos assaltantes disse: “Você roubou muito na Câmara e fez muito mal para Parintins”, aumentando ainda mais as suspeitas do irmão.

Segundo testemunhas, “eram dois homens em uma motocicleta preta, sem placa. Estacionaram a moto do outro lado da rua e foram em direção ao comércio. Não prestamos atenção em cor de roupa nada e não vimos quando eles sairam. Não imaginavamos que eles iam cometer esse crime”.

 

O Crime

Segundo a esposa da vítima, “era por volta das 6h40min. Eu tinha acabado de abrir o comércio, quando dois homens encapuzados, entraram e me abordaram. Nessa hora o Everaldo estava saindo do banheiro quando um dos assaltante que estava em poder de uma arma de fogo o agrediu e em seguida atirou nele”.

Suzy informou que o marido ainda foi levado com vida para hospital o Jofre Cohen, mas morreu antes de dar entrada a unidade hospitalar.

A Polícia Civil e Militar estão nas ruas colhendo informações para chegar aos acusados. O delegado-geral da Polícia Civil, Mariolino Brito, deve enviar uma equipe de Manaus para ajudar a equipe de inteligência da 3* DIP a elucidar o caso. Vídeos de câmeras próximas ao local, já estão em poder da polícia.

Everaldo Batista foi vereador na década de 90 e no período de 2013 a 2016 (chegando a ser presidente da Câmara). Ele foi um dos líderes da invasão que resultou na criação dos bairros Itaúna I, Itaúna II e Paulo Correa.

 

 

Kedson Silva/JI

Fotos: Facebook

você pode gostar também