Campanha Caburi

MOVIMENTO PEDE PAZ E SEGURANÇA PÚBLICA EM MAUÉS

Unidos pelo sentimento de solidariedade à família da jovem Jackeline Gomes, 22, assassinada na tarde de segunda-feira (01), moradores uniram-se ao Movimento Pela Paz em Maués, em Ato Público em defesa da Paz e da Segurança Pública.

Após o sepultamento o Movimento reuniu a sociedade civil, representantes pelos poderes Executivo, Legislativo, igrejas e movimentos sociais que assinaram o Manifesto e repudiaram publicamente as ações de violência que vem ocorrendo nos lares das famílias do município, notadamente, com a prática de assaltos, assassinatos e vandalismo, deixando a população em estado de pânico e de permanente intranquilidade.

O membro do CDDH, professor Elias Souza, lembrou de casos de pessoas desaparecidas até hoje sem respostas. “Nenhum de nós pode dormir sossegado, quando muitos de nossos irmãos estão perdendo a vida, porque a nossa sociedade não está segura”, disse.

O pároco de Maués, Padre Marcinei Souza, sugeriu que o Movimento continuem a mobilização pedindo segurança e todos assumam a responsabilidade da cidade.

O vereador Ari Menezes representante da Igrejas evangélicas e disse que falta amor no coração das pessoas para que a Paz possa reinar em todos os lares.

Na mensagem do prefeito Pe. Carlos Góes (PT) feita pelo Secretário de Educação Luiz Gonçalves, ele manifestou dizendo que “Ao olharmos para a morte devemos valorizar a vida, como uma forma e oportunidade de nos prepararmos para a eternidade com Deus. Neste momento pedimos unidade a todos os mauesenses, para buscarmos a PAZ, para o nosso município”, disse.

 

Para o vereador Erasmo Alexandre, prefeito em exercício é preciso que todos estejam unidos para que a Paz e a Segurança sejam restabelecidas no município.

 

O Movimento Pela Paz, vai enviar o manifesto ao Governo do Estado, Secretaria Estadual de Segurança Pública, Assembleia Legislativa, Poder Judiciário, Prefeitura e Câmara Municipal de Maués.

 

 

 

AGECOM MAUÉS

Foto: Romário Santos

você pode gostar também