Carnailha 2020

Natividade de São João Batista

Evangelho – Lc 1,57-66

57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel,
e ela deu à luz um filho.
58Os vizinhos e parentes ouviram dizer
como o Senhor tinha sido misericordioso
para com Isabel, e alegraram-se com ela.
59No oitavo dia, foram circuncidar o menino,
e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias.
60A mãe porém disse:
‘Não! Ele vai chamar-se João.’
61Os outros disseram:
‘Não existe nenhum parente teu com esse nome!’
62Então fizeram sinais ao pai,
perguntando como ele queria que o menino se chamasse.
63Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu:
‘João é o seu nome.’
64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu,
sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus.
65Todos os vizinhos ficaram com medo,
e a notícia espalhou-se
por toda a região montanhosa da Judéia.
66E todos os que ouviam a notícia, ficavam pensando:
‘O que virá a ser este menino?’
De fato, a mão do Senhor estava com ele.

 

 

O QUE JESUS QUIS DIZER AOS SEUS?

 

A história de hoje tem como centro o nome do menino que nasce. Não se està interessado em falar do nascimento de João Batista mas do seu nome, que significa “Deus oferece oportunidade, dá condições.

Hoje a festa é a da imposição do nome. O nome era dado 8 dias depois do nascimento com o ritual da circuncisão. Quem dava o nome era o pai, mas qui foi a mãe, devido a mudez do pai causada pela sua falta de fé. Só depois que a mãe deu o nome o pai começou a falar.

Também na Biblia todo nome tem uma razão de ser. Os romanos vão dizer que o nome significa quem a pessoa é. João significa « Deus dá a graça ». Na verdade os nomes representavam um projeto de vida. Nesse caso o projeto de João era ser « sinal da graça de Deus, da sua bondade e da sua salvação ».    Essa missão João tem que cumprir em relação a Jesus, que é a maior graça, o maior presente que nos foi oferecido pelo Pai, de graça, sem precisar pagar nada

 

Uma curiosidade : João Batista é o único santo na Igreja em que se comemora duas vezes a sua festa : no dia do nascimento e no dia da morte. Por antiga traição se dizia que o dia da morte era o « dia do natal », ou seja, o dia do verdadeiro nascimento para a pátria definitiva do céu. Por isso que as festas dos santos são comemoradas no dia em que morrem. Mas a pessoa de João Batista é tão importante que vai se comemorar também o seu nascimento para este mundo.

 

Por que tanta importância ?

 

Primeiro : ele foi o que preprarou a vinda de Jesus e portanto é alguém que brilha por causa do seu primo, não podemos esquecer que Maria e Isabel, mãe de João Batista, eram primas.

 

Segundo : ele ligou todo Antigo Testamento ao Novo, que estava por surgir, e portanto era alguém de importância devido a sua responsabilidade.

 

Terceiro : é porque Jesus disse que « entre os nascidos de mulher, não ha maior profeta que João Batista »

 

 

O QUE JESUS NOS QUER DIZER?

 

Assim como no tempo de Zacarias e Isabel Deus continua nos favorecendo. Aqui nesta história Deus torna mais fácil o que aparecia ser difícil, que uma mulher já de idade se tornasse mãe. A conclusão que podemos tirar é que verdadeiramente para Deus nada é impossível. Quem sabe Deus esteja querendo nos favorecer com alguma bênção e graça, que ao nosso olhar humano é impossível de se alcançar e ainda como Zacarias duvidamos. ele por me ter dado tantas bênçãos e graças quer que eu seja tranmissor de coisas boas. Deus nos escolheu e temos certeza que todos os que fazem esta leitura se sentem escolhidos e chamados por um nome, para uma missão, com um projeto. Ninguém de nós veio por acaso.

 

Qual a missão de cada um ? Qual o projeto que tenho a seguir ? Nem sempre é fácil, pois podemos encontrar momentos e situações difíceis, que parece ter desaparecido a graça. Mas independente do que aconteça acredito que é importante ter fé na escolha que Deus fez por nós e que nada acontece por acaso.

A experiência de ficar “mudo”, sem ter palavras para poder explicar certas maravilhas que Deus tem operado em certas pessoas, acredito que seja comum a todos nós.

Acredito que nesta festa do nascimento de João Batista fica o convite para acreditarmos mais na força de Deus diante da fragilidade das nossas forças.

 

Uma segunda constatação: ele por nos ter dado tantas bênçãos e graças quer que sejamos transmissor de coisas boas. Deus me escolheu e tenho certeza que todos os que comigo fazem esta leitura se sentem escolhidos e chamados por um nome, para uma missão, com um projeto. Ninguém de nós veio por acaso.

 

Qual a missão de cada um ? Qual o projeto que tenho a seguir ? Nem sempre é fácil, pois podemos encontrar momentos e situações difíceis, que parece ter desaparecido a graça. Mas independente do que aconteça acreditamos que é importante ter fé na escolha que Deus fez por nós e que nada acontece por acaso.

 

A DESCOBERTA DE JESUS NOS FAZ ENTRAR EM DIÁLOGO COM ELE

 

“Jesus, você nos conhece desde antes de estarmos dentro de nossas mães, sabe para que somos feitos e nos chama pelo nome. Não somos mais um no mundo. Que possamos perceber a cada momento qual a missão que você nos entrega. Como no nascimento de João Batista, queremos lhe pedir a graça de poder receber de você aquilo que parece ser impossível. Eu acretido, Senhor, que tu favoreces a todos os que tem reta intenção e que procuras iluminar os que se perderam, por isso suplico a tua graça por mim e por tantos quantos perderam a esperança. Amém! “

 

 

Irmã Maria Helena Teixeira

Colaboradora JI

você pode gostar também