Campanha Caburi

Nelson Campos confere Comenda de Mérito Legislativo ao Agente Naval , Capitão Giovani Andrade

“O capitão Giovani (foto) tem prestado um grande serviço para a nossa comunidade, principalmente na conscientização dos nossos irmãos ribeirinhos no que tange a utilização de coletes salva-vidas e a navegação com segurança”, disse o vereador

 

O Presidente em Exercício da Câmara de Parintins, vereador Nelson Campos (PRTB), apresentou um Projeto de Decreto Legislativo que confere a Comenda de Mérito Legislativo “Medalha Raimundo Almada” ao Capitão Tenente da Marinha do Brasil Giovani da Silva Andrade pelos relevantes serviços prestados no município de Parintins.

“O capitão Giovani tem prestado um grande serviço para a nossa comunidade, principalmente na conscientização dos nossos irmãos ribeirinhos no que tange a utilização de coletes salva-vidas, a navegação com segurança pelos nossos rios entre outras instruções fornecidas pelo capitão. Essas instruções têm sido feitas de forma didática e os ribeirinhos começam a sentir necessidade de preservar a vida deles próprios e dos familiares”, declarou Campos.

O parlamentar ainda falou sobre a crise que o município de Parintins enfrenta hoje frente à irresponsabilidade da administração atual. Ele destacou que é nas horas de dificuldades que se pode ver a criatividade do povo parintinense e a seriedade dos políticos que buscam zelar pelo povo.

“É preciso fazer os investimentos necessários, como por exemplo, o incentivo ao setor primário, a produção, o transporte com preço mínimo e essas são ações primordiais. Não adianta acharmos que o Linhão de Tucuruí vai trazer desenvolvimento para a nossa cidade se nós não tivermos também um setor de escoamento da produção funcionando adequadamente. É preciso que aja um comprometimento dos homens públicos e que o Poder Executivo faça sua parte indo atrás de convênios e possibilitando aos criadores e agricultores facilidades na produção”, frisou o vereador.

Nelson enfatizou que hoje o comércio do município não funciona por falta de incentivo e também pela grande demissão que foi feita, pois se a população não tem dinheiro o mercado também padece. “As licitações tem que ser feita de forma a incentivar o comércio e os empresários locais e nós não temos visto isso. As licitações não permitem que nosso povo participe, tudo vem de fora e até a carne da merenda escolar não é fornecida pela cidade. A Vila Amazônia também está abandonada”, declarou Campos.

 

 

Texto: Yasmin Gatto

Assessoria de Comunicação da Câmara de Parintins

você pode gostar também