Gov-01

“Nós precisamos fazer o dever de casa” alerta Bi Garcia sobre prevenção e combate ao Coronavírus no município

Como medida preventiva, o prefeito de Parintins anunciou decretos emergenciais para combater o vírus que assola o mundo.

Gov-02

“Nós precisamos fazer o dever de casa. Não podemos esperar que o vírus entre em Parintins. Temos que atuar de forma preventiva”, alerta o prefeito Bi Garcia em coletiva de imprensa que aconteceu nessa segunda-feira, 16. Decretos na Educação, Suspensão de Eventos por 30 dias, Entradas de Navios de Turistas e o trabalho de Vígilância e Combate ao Coronavírus (COVID-19), foram algumas das séries de medidas preventivas apresentadas pelo líder municipal para garantir saúde e bem-estar à população parintinense no combate ao vírus que assola o mundo.

 

Para atuar no combate, a prefeitura anunciou contratação de 200 profissionais de saúde (enfermeiros e técnicos de enfermagem) e equipamentos para fortalecer hospitais, postos de saúde e trabalhos de vigilância e panfletagem com distribuição de cartilhas de orientação em porto, aeroporto, rampa do mercado, bares e casas noturnas. “Vamos gerar oportunidade de emprego de forma temporária, já temos 198 ACS trabalhando, vamos montar um exército de profissionais para trabalhar nessa prevenção”, ressalta.

 

Ações de combate e prevenção em bairros, suspensão de visitas a doentes em hospitais, suspensão de atividades com mais de 100 pessoas durante 30 dias em locais públicos, inclusive, com o cancelamento das festas de lançamento dos CDs dos bois Garantido e Caprichoso, eventos esportivos e religiosos, também foram apontadas para evitar a entrada da epidemia no município.

 

O secretário de Saúde de Parintins, Clerton Rodrigues enaltece que “vamos fortalecer nossa equipe de trabalho e atuar diretamente junto à população. Temos mais de 200 leitos disponíveis nos hospitais com atendimentos voltados às crianças (Padre Colombo) e idosos e adultos (Jofre Cohen) . Além das campanhas preventivas, todas as unidades de saúde do município estarão engajadas na prevenção e combate a síndromes respiratórias”. 

 

“Não é caso de pânico, precisamos fazer a nossa parte para evitar um mal maior. Estamos conscientes que vamos ter uma perda muito grande na economia, mas é melhor perder agora, do que perder tudo que temos”,  finaliza o prefeito.

 

Kedson Silva/JI

Foto: Pitter Freitas

 

Gov-03
você pode gostar também