Gov-03

Opinião | Jair Bolsonaro e Arthur Neto lideram intenções de voto no Amazonas para Presidência e Senado

Lula e Menezes aparecem na segunda colocação; Senadores fazem acordo e retiram imputação do crime de genocídio a Bolsonaro.

Amazonas bolsonarista

Pesquisa de intenção de votos realizada pela EAS Consultoria Estatística, divulgada ontem (19), aponta que Jair Bolsonaro (sem partido) segue bem cotado com o eleitorado amazonense, que em 2018 deu a ele 805 mil votos no primeiro turno (43,48%) e 885 mil no segundo turno das eleições (50,27%).

De acordo com o levantamento, o atual presidente da República lidera no Amazonas com 40,3% das intenções de votos contra 34,8% de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na sequência, aparecem José Luiz Datena (PSL) com 6,3%; Ciro Gomes (PDT) com 5,2%; João Doria (PSDB) que soma 4,7%; e Luiz Henrique Mandetta (DEM), que aparece com 3,4%.

 

Arthur na liderança

Quem também aparece bem cotado na pesquisa é o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB).

Por mais que ele tenha o desejo de disputar a Presidência da República — e inclusive está participando das prévias do partido — os números apontam que sua vitória na eleição para o Senado é uma realidade bastante possível.

O tucano soma 19,8% da preferência do eleitorado, seguido do aliado de Jair Bolsonaro no Amazonas, Coronel Menezes (Patriota) que tem 17,2%.

Ao que tudo indica, a disputa entre eles será acirrada.

Rebecca bem cotada

Chama atenção a pontuação da ex-deputada federal, Rebecca Garcia. Mesmo tendo afirmado que não será candidata em 2022, ela aparece na terceira colocação para o Senado com 14,8%.

A ex-parlamentar fica à frente de nomes conhecidos da política local, como Chico Preto (sem partido) com 9,8%; Omar Aziz (PSD) que soma 9,3%; Luiz Castro (Rede) com 5,1%; e Henrique Oliveira (Pros) que tem 4,3%.

Rebecca, inclusive, vem sendo cortejada por Amazonino Mendes (União Brasil) e Eduardo Braga (MDB).

 

Rejeitados

Entre os nomes avaliados, os mais rejeitados são Bolsonaro, Lula e o atual senador Omar, presidente da CPI da Covid.
O atual mandatário da nação tem a rejeição de 33,7% dos entrevistados e o petista aparece colado com 33,1%.

 

Omar mal das pernas

Omar Aziz é, sem dúvidas, a maior surpresa negativa da pesquisa. Ele aparece na modesta quinta colocação nas intenções de votos para o Senado e na liderança absoluta de rejeição com 32,8% dos eleitores afirmando que não votariam nele.

Para se ter uma ideia do que isso representa, o segundo mais rejeitado, Arthur Neto, somou nesse quesito 18,5%, nada mais nada menos do que 14,3% de diferença.

 

A pesquisa

A pesquisa foi elaborada pela EAS Consultoria Estatística e contratada pela R2 Comunicação, sob a coordenação do Professor Edmilson Araújo da Silva.

O levantamento foi feito entre os dias 8 e 13 de outubro de 2021, com 1.200 entrevistados em Manaus.

“Nome na história”

Com o intuito de arrecadar cerca de R$30 milhões, o prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou o lançamento do programa de Recuperação Fiscal do Município de Manaus, o Refis Municipal 2021.

A iniciativa proporcionará às pessoas físicas e jurídicas a possibilidade de negociarem seus débitos municipais com descontos de até 100% sobre juros e multas por atraso.

“Não vamos apenas cumprir o mandato, vamos fazer história à frente da Prefeitura de Manaus”, enfatizou o prefeito.

Crianças com câncer

Pelo menos 669 crianças amazonenses com câncer foram beneficiadas com recursos na ordem de R$ 200 mil, destinados pelo deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos), ao Hospital do Amor, situado na cidade de Barretos- SP e ao Hospital Amaral de Carvalho, em Jaú-SP, onde elas fazem tratamento.

Segundo levantamento dos hospitais, só em 2019, foram realizados 5.538 atendimentos e 9.112 procedimentos médicos em crianças amazonenses.

Cactos contra PEC 05

A paraibana Juliette Freire, campeã do BBB 21 — edição mais recente do reality show da Globo — manifestou-se nas redes sociais contra a PEC 05, que aumenta a influência política sobre o Ministério Público e está sendo chamada de PEC da Vingança.

“A PEC 05/21 fere a independência do Ministério Público e viola a autonomia dos Procuradores(as) e Promotores(as) de Justiça. Nós precisamos do Ministério Público forte, independente e sem interferência política para defender a sociedade”, escreveu Juliette na sua conta oficial no Twitter.

“Fui estagiária do Ministério Público por dois anos e tenho muito respeito pela Instituição. #PEC5NÃO”, acrescentou a advogada, maquiadora e influencer.

CPI da Covid

Após reunião na residência do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) na noite desta terça (19), os integrantes do G7 da CPI da Covid resolveram retirar do relatório final os pedidos de indiciamento de Jair Bolsonaro pelos crimes de homicídio qualificado e genocídio de povos indígenas.

Sendo assim, no relatório final serão imputados nove crimes ao presidente da República: crime de epidemia, infração de medida sanitária, charlatanismo, incitação ao crime, falsificação de documento particular, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação, crime contra a humanidade e crime de responsabilidade.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

WhatsAppFacebookEmail

 

 

 

 

você pode gostar também