Outubro, o mês das Missões

A oração não tem fronteiras. 

Estamos no mês Missionário, momento privilegiado, para renovar o nosso compromisso e o nosso ardor missionário em tempo de pandemia. Não sabemos o que o futuro trará, colocamos então o futuro nas mãos de Deus. Contudo, faz-se necessário pensar novas formas de chegar ao coração das pessoas. Além das plataformas digitais, temos a oração para chegar à vida das pessoas e do mundo.  A oração não tem fronteiras.  É, portanto, uma forma eficaz de viver o nosso compromisso de batizados, resinificando o nosso ser missionário.

 

Segue os 10 Mandamentos do Missionário

 

1º Mandamento – OUVIR

O missionário deve ser uma pessoa com grande capacidade de diálogo e escuta, sabendo adaptar-se às culturas e aos ambientes, descobrindo seus valores sem sentir-se superior aos demais. Ele deve ter convicções profundas, porém, nem por isso deve considerar-se o dono da verdade.

 

2º Mandamento – ACOLHER

O missionário precisa acreditar numa cultura que considera a pessoa como centro de tudo. Desta forma ele aprende a valorizar a hospitalidade e a acolhida dos pobres. Por isso gosta da presença do povo e de ser rodeado por ele. A convivência com o povo é a sua escola de missão.

 

3º Mandamento – SOLIDARIZAR

O missionário não pode viver à margem dos problemas do povo, mas também não pode cair em atitudes paternalistas. Ele leva na sua formação uma grande sensibilidade humana e social, com um forte sentido de justiça e de verdade. Ele sabe que os pobres são os preferidos de Deus e a eles se entrega sem condições ou meio termos. Ele deve acreditar sim na Justiça do Reino.

 

4º Mandamento – RESISTIR

Consciente da situação em que vive, o missionário sabe aguentar os momentos difíceis, sem desistir. Faz-se presente quando precisam dele, porque sabe que sua missão não tem horários. A resistência a tudo o que atrapalha a caminhada da sua comunidade é a sua força.

 

5º Mandamento – ESPERAR

A paciência é uma das virtudes mais missionárias que existe. Caminhar com um povo e colocar-se no ritmo de sua história implica saber esperar com paciência o que vai acontecer.

 

6º Mandamento – CRER NO DEUS DA VIDA

A fé em Deus e um amor profundo e pessoal a Jesus Cristo é o fundamental para a vida do missionário. Se não houver fé, não há missão. A fé do missionário tem de converter-se em paixão pelo anúncio do Evangelho.

 

7º Mandamento – AMAR SEM CONDIÇÕES

Encontramos Cristo nos pobres e necessitados e naqueles que morrem ante a indiferença e o desprezo já que eles são os preferidos de Deus. Com os pobres e pelos pobres o missionário percorre os caminhos do Evangelho.

 

8º Mandamento –ORAR SEM DESANIMAR

Sem a oração não pode haver vida de fé e sem fé a vida missionária desmorona. Na oração e na escuta da Palavra de Deus o missionário aprende a construir o Reino. A oração é o seu alimento de cada dia e o sustentáculo na missão.

 

9º Mandamento – ASSUMIR A CRUZ

Missão, cruz e missionário devem formar um trio inseparável assim como foi na vida de Jesus. Não há outro caminho possível a percorrer. A missão nasce e cresce aos pés da cruz. A constância e a paciência são frutos de uma cruz aceita, com alegria.

 

10º Mandamento – SER COERENTE

A credibilidade do missionário apoia-se no testemunho de vida, até as últimas consequências. Necessita de muita paciência consigo mesmo para começar de novo, cada dia, sem desanimar frente aos fracassos.

 

 

Por Irmã Maria Helena Teixeira, Missionária, Teóloga, Escritora.

Colaboradora JI – Imagem:Internet

 

você pode gostar também