Carnailha 2020

Parintins já se movimenta para o Carnailha 2020

O maior carnaval do interior do Amazonas é o Carnailha de Parintins.

A Prefeitura de Parintins reuniu na manhã desta quinta-feira (09) com o presidente da Associação Carnavalesca de Parintins (Ascap) Neto Menezes e demais representantes dos blocos para definir diretrizes com relação à realização de eventos públicos e privados que antecedem o Carnailha.

A reunião foi realizada no Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e contou com a participação das secretarias envolvidas no processo.

De acordo com a coordenadora de Turismo, Carla Garcia, os blocos que forem realizar eventos tem que seguir algumas regras de segurança, como obter autorizações junto aos órgãos responsáveis.

“Para cada evento que acontece tem uma autorização e hoje explicamos aos presidentes a importância dessas autorizações junto a Empresa Municipal de Trânsito e Transporte (EMTT), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sedema) e Coordenadoria do Setor de Arrecadação Terras e Cadastros, para que não venha acarretar algum problema, não só esses órgãos mais também a Polícia Militar, Polícia Civil, Amazonas Energia, Corpo de Bombeiros e a Juíza da 2ª Vara da Infância e da Juventude também devem ser informados, e a nossa função é de orientar os representantes da legalidade do funcionamento desses eventos”, pontuou.

As festas só terão apoio das secretarias a partir das autorizações dos presidentes dos blocos ou realizadores, para que não haja problemas com a instituição, órgãos e blocos. “Todo evento que for realizado tem que ter autorização prévia da Sedema. Nessa autorização, apresentamos os decibéis que o evento pode chegar e horário de funcionamento e término. Além disso, o organizador é o responsável pela limpeza do local. No momento de solicitar a autorização os mesmos terão que assinar um termo de responsabilidade, para se comprometerem com a limpeza no fim da festa”, afirma o técnico da Sedema, Wescley Tavares.

O diretor presidente da EMTT, Diego Mascarenhas, fala do processo para solicitação junto à secretaria. “Os blocos tem nos procurado para fazer a solicitação das vias e procuramos atender a todos. É feito um estudo antes, para verificar as ruas que serão interditadas, o horário para fazermos a liberação. Lembrando que além da EMTT, os blocos tem que solicitar uma autorização, principalmente do Meio Ambiente e do Corpo de Bombeiros, são os três principais órgãos que precisam dessa autorização para a realização de seus eventos nas ruas. Tem toda uma questão de segurança privada, bombeiro civil, tudo isso faz parte dos trâmites de segurança”, disse.

Alcidinei Santos, presidente do Bloco Os Belezuras, disse que a reunião foi de suma importância para que os dirigentes saibam os rumos que devem seguir na hora de realizar os eventos. “São importantes essas orientações da secretaria, pois muitas das vezes a gente vai fazer um evento e o evento é interditado, recebemos multas, justo por não sabermos sobre esses itens de segurança. A partir de agora, com essas informações já sabemos as medidas que devemos tomar”, disse.

 

Bruna Karlla/SECTUR/SECOM

você pode gostar também