Estado

Parintins retoma operação tapa buraco

As ações iniciaram na Francesa e seguem para demais bairros e Centro da cidade.

Com recursos próprios, na ordem de R$ 500 mil, a Prefeitura de Parintins retomou na manhã desta quarta-feira, 31 de março, a operação tapa buraco. O trabalho é coordenado pelo prefeito Bi Garcia e executado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp).

As ações iniciaram na Francesa e seguem para demais bairros e Centro da cidade. Mais de 30 ruas serão atendidas nesta primeira etapa do serviço.

O cronograma de atividades reúne ruas em estado crítico, que precisam de melhorias. O prefeito em exercício, Mateus Assayag, acompanhou os serviços e afirma que o obejtivo principal é dar mais segurança ao trânsito. “O tapa buraco, mesmo com o período chuvoso, serve para amenizar a situação nas principais ruas da cidade, que tem maior fluxo de trânsito. A orientação do prefeito Bi Garcia é que se faça esse tapa buraco de forma mais rápida possível para dar segurança para as pessoas que estão transitando nessas ruas”, disse.

Trechos da Francesa, Palmares, Itaúna I, Itaúna II, Paulo Corrêa, Centro, rodovia Odovaldo Novo e rodovia Parintins/Macurany são alguns dos locais que serão atendidos neste primeiro momento. Ao longo do semestre, novas etapas da operação serão realizadas e irão contemplar novos bairros. Mateus Assayag afirmou que, paralelo a este serviço, a Prefeitura de Parintins também articula o reinício dos serviços de asfaltamento na cidade.

O secretário da Semosp, Albano Albuquerque, destacou o trabalho de pesquisa e planejamento da equipe técnica da Prefeitura de Parintins, juntamente com o prefeito Bi Garcia, em elencar os pontos da cidade com maior necessidade de melhorias. Ele afirma que o trabalho continua em Parintins para que o serviço seja estendido por toda a cidade. “A intenção é melhorar e avançar sempre. É feito um levantamento diário. Temos os fiscais das ruas que vão nos informando a cada trecho, cada via que está comprometida. Então, a gente faz esse levantamento, a gente alinha as informações pra fazer uma operação rápida e que dê mais fluidez ao trânsito”, informou.

 

SECOM

Foto: Yuri Pinheiro

você pode gostar também