Campanha Caburi

Polícia de Parintins prende pai que estuprou e engravidou a própria filha

Uma ação integrada entre as polícias Civis e Militares de Parintins (distante 369 km de Manaus), coordenada pela delegada Alessandra Trigueiro Zacarias, na manhã desta segunda-feira (06), resultou na prisão de Márcio Tavares de Oliveira, 39 anos, alcunha de ‘BRELAZ’.

‘BRELAZ’ foi preso no lago do Igarapé Açu, comunidade do São Tomé, rio Uiacurapá. “Após chegada dos policiais no local da prisão, o acusado fugiu e embrenhou-se na mata, todavia após cinco horas de perseguição, os agentes conseguiram capturá-lo”, disse um militar.

A denuncia de abuso sexual chegou ao conhecimento da polícia Civil, após a filha do acusado ter declarado para a delegada Alessandra Trigueiro, que sofria abuso sexual do pai desde quando tinha 10 anos de idade.

À polícia, a vítima relatou que o acusado a chamava para cama, onde tirava sua roupa e passava as mãos em seu corpo, seios e partes íntimas. A vítima relatou ainda que quando tinha 12 anos era agredia com fio elétrico pelo acusado para obriga-la a manter relações sexuais e que após os abusos, o acusado ameaçava a vítima, afirmando que a mataria caso ela contasse sobre os abusos. Os abusos sexuais resultaram na gravidez da vítima.

Os estupros eram cometidos na comunidade São Francisco, Paraná do Espírito Santo de Baixo, zona rural de Parintins, local onde o acusado morava com sua esposa e sete filhos menores de idade.

A delegada Alessandra Trigueiro representou pela prisão preventiva do acusado, diante de tamanha gravidade dos fatos, sendo a medida cautelar deferida pela Juíza Silvânia Corrêa Ferreira, da 2° vara da comarca de Parintins

O acusado será processado pelo crime previsto no ART. 217-A do CPB (estupro de vulnerável) e será encaminhado para o presídio da cidade, onde ficará a disposição da justiça.

 

Fonte e foto: Polícia Civil

 

você pode gostar também