Povos da Amazônia ilustram o manto de Nossa Senhora de Parintins

Ray Góes apresenta sua 21° arte no manto de Nossa Senhora, junto com o pároco da catedral, Dorival Nascimento.

 

Os povos da Amazônia estão representados no manto sagrado da padroeira de Parintins, Nossa Senhora do Carmo. O primeiro bispo de Parintins Dom Arcangelo, o missionário Irmão Miguel de Pascalle, Valdir Viana, representante da medicina popular, o capitão indígena Zezinho Ferreira, o indígena satere mawé, a índia parintintin, Dorothy Stang, Chico Mendes e Zumbi dos Palmares, os bois Caprichoso e Garantido estão estampados no manto representando a luta dos povos pela Amazônia.

A representação faz parte do tema da festa “Maria, Mãe dos povos da Amazônia”.

Na tarde desta quarta-feira (10) a artesã Ray Goés, abriu as portas de sua casa para apresentar o manto à imprensa e bênçãos do pároco da Catedral Dorival Nascimento.

“É a minha forma de agradecer as bênçãos que eu e minha família temos recebido”. Já tive muitas provas disso. A nossa fé deve ser mantida todos os dias, disse Ray Góes.

Para o pároco Dorival Nascimento, que pela primeira vez organiza a festa junto com a comissão da festa, a experiência está sendo desafiadora. “É uma missão maravilhosa partilhar a fé através da arte”. A exemplo de Dona Ray, existem centenas de devotos que fazem suas promessas e Nossa Senhora os abençoa dando-lhes a inteligência e sabedoria”, diss o pároco.

O manto será levado para a Matriz da Catedral no dia 15 de julho, informou o padre onde acontecerá a benção.

Neste ano dois mantos foram confeccionados pela artesã. Um deles está poderá ser entregue ao Papa Francisco. Padre Dorival esconde o jogo, mas afirma que está trabalhando a ideia. “Quem sabe não chegará às mãos do Papa Francisco”, sorriu.

 

Texto e Fotos Josene Araujo

Colaboradora JI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here