Praça de alimentação da catedral corre risco de ser fechada

Inaugurada na gestão do ex-prefeito Bi Garcia, a praça de alimentação, localizada em frente à catedral de Nossa Senhora do Carmo, será fechada para dar lugar a uma videoteca. Há dez anos o espaço é fonte de emprego e renda.

Segundo fontes do Jornal da Ilha, a Prefeitura de Parintins notificou os donos de bares e lanchonetes instalados no local para que pudessem desocupar a praça num período de cinco dias. Após os cinco dias, duas reuniões foram realizadas com os permissionários e foi proposto a assinatura de documentos autorizando a retirada de seus estabelecimentos do local.

Sem a assinatura dos documentos, o Setor de Terras, Arrecadação e Cadastro do Município informou-lhes que antes do dia 5 de julho todos os boxes devem estar desocupados. O motivo alegado é que no lugar dos bares e lanchonetes funcionará uma videoteca.

O pagamento de uma taxa mensal de concessão do lugar foi proposto pelos comerciantes, mas a Prefeitura está irredutível e não deve voltar atrás da decisão. De acordo com as fontes, o Setor de Terras e a Secretaria Municipal de Cultura propuseram a criação de uma feira ao lado da catedral para que os bares e lanches continuassem a funcionar.

A Prefeitura alega não ter recursos para construir uma nova praça de alimentação para realocar os bares, lanchonetes e restaurante da praça. A proposta da feira não agradou aos donos dos estabelecimentos, pois nenhum projeto foi apresentado e a escassez de recurso alegada gera desconforto e falta de perspectivas.

 

Daniel Sicsú/JI

Foto: Internet