Campanha Caburi

Querido amigo, CARLOS FRAZÃO

Quantas vezes estamos a mudar geograficamente. Num dado momento nos deparamos com o local que acreditamos ser o “PÁTIO DOS MILAGRES”. Nos apaixonamos e ficamos. Aconteceu com você e chegou a provocar alguns questionamentos.

Por que, aqui?
Eis a resposta:
_ “Porque aqui, é o meu lugar”.
Você chegou e tornou-se nosso presente.

Foi penetrando nas tramas deste TECIDO com herança de tantas cruzes (tribos) que nos apaixonamos. É um tecido bom, bem encorpado; algumas falhas, aqui, acolá; mas no todo, desperta paixão.Foi por essas tramas que eu e você deixamos cair algumas lágrimas de amor.

Aqui, estufou o peito e pôs pra fora essa força latente que traz na alma que em contato com o calor humano”parintintin”, converteu-se na maior das energias. A ENERGIA DO AMOR.

Obrigada! Deus por nos ter dado este homem dos mares, de muita experiência, sempre envolvido pelo AZUL que moldura a natureza exuberante deste BRASIL, mesclado com as maravilhas do TEU, digo “NOSSO,” RIO DE JANEIRO e com as marcas indeléveis de uma alma nobre, herança da criação recebida.

Você, criatura alegre e carismática, aqui, jamais sentou ou deitou. Buscou e se envolveu.

Não buscou VITÓRIA, buscou sim, meios que pudessem lhe envolver com as VITÓRIAS deste povo simples e hospitaleiro.

Nas tramas desta colcha que aquece nossos sonhos e fantasias, você não colocou remendos, mas fortaleceu-as com esse jeitinho carioca humilde que se lançou em busca de um oceano diferente e encontrou no RIO-MAR, nossa querida Parintins.

Nesta imensidão de ÁGUAS BARRENTAS tendo o céu por testemunha abraçou o AZUL CELESTE e sentiu-se em PAZ. Essa Paz veio de três fontes de AMOR: DEUS, NOSSA MÃE, A VIRGEM DO CARMO e NOSSO QUERIDO CAPRICHOSO.

Muitas vezes, claro! deparou-se com algumas tramas, como se estivessem esgarçadas. Sentiu-seaturdido. Retroceder? Não é de sua índole. Com a calma que lhe é peculiar fez questão de nos mostraste, que o HORIZONTE vai além do que se imagina.

Comparo-o a minhocas (perdoe-me), elas afofam a terra para facilitar o nascer das sementes. Você afofou muito bem o terreno por onde passou e fez brotar sementes com mais vigor chegando a esquecer um pouco de você.

Obrigada! Amigo Frazão

8450-G2

O PRESENTE QUE ME DEU NÃO SE MEDE COM PALAVRAS.
SENTI-ME LISONGEADA.

Principalmente quando diz: “SOMENTE A SENHORA CONSEGUE GUARDAR A HISTÓRIA DE NOSSO BOI”.

Nesses anos de 2002; 2.003; 2004 e 2.005 dedicados ao CAPRICHOSO contribuiu, alargando os horizontes de Parintins e do nosso espetáculo. Ensinou às pessoas a buscarem o “DIAMANTE NEGRO”, TAL QUAL AS GAIVOTAS QUE VÊM OS PEIXESNAS PROFUNDIDADES DO MAR E LÁ VÃO BUSCÁ-LOS, PARA SACIAR A FOME.

Quantas vezes discordou de algumas medidas, mas continuou fazendo, pois o prazer em fazer era espontâneo.

Nessas renúncias e escolhas, nas ações e reações que tivera, não ficou indiferente, ficou sim, aguardando resultados, sempre revestido do sonho: SERVIR.

O seu SONHO maior, digo eu, O JORNAL DA ILHA do qual o orgulho de ser Editor/ Fundador absorve a maior parte de seu tempo. Através dele, quantos, lá distante, sentem na alma um pouco do sol que aquece Parintins e do céu que testemunha sonhos de amor e desvarios.

Os exemplares que me enviou, um dia alguém vai ler e dirá: GRANDE FRAZÃO! OBRIGADO! Por ser quem és: simplicidade em forma de pessoa. Fez muitos acreditarem no valor das pequenas coisas que nascem da felicidade e do prazer em fazer o que se gostas. Continue esse homem de FÉ, que lhe foi imposta pela RAZÃO. Essas duas forças prepararam seu caráter e assumiu sua grandeza e sem medo estás sempre a mostrar um amanhã mais PROMISSOR, fortalecido pela PAZ.

GANDHI um dia falou: “A SERENIDADE ABSOLUTA NÃO É A LEI DO OCEANO. O MESMO ACONTECE COM O OCEANO DA VIDA”, porém só você sabe como se precaver contra a violência das ondas.
TE AMO! AMIGO. OBRIGADA POR TERES CONFIADO A MIM, GRANDE PRESENTE. AMANHÃ ELE FORTALECERÁ A HISTÓRIA AZUL E A DE PARINTINS E QUANTOS TERÃO O PRAZER DE FECHAR OS OLHOS E SENTIR QUE PARINTINS É UM MUNDO ENCANTADO.
TE AMO!

UM BEIJO ESTRELADO EM SEU CORAÇÃO, DA AMIGA,

ODINÉA ANDRADE.

você pode gostar também