Gov-03

Sandro Putnoki, morre aos 72 anos de Covid-19

Sandro recebeu título de cidadão de Parintins, cidadão de Presidente Figueiredo, Cidadão de Manaus e Cidadão do Amazonas.

Sandro Putnok estava internado em São Paulo desde mês de junho.

 

O empresário, compositor de toadas do Garantido, ambientalista, Sandro Putnok, morreu na tarde desta sexta-feira, dia 02 de julho de 2021, vítima de Coronavírus, no Estado de São Paulo. Sandro conhecido no meio cultural Amazonense como Sandro Paulista, nascido no Estado de São Paulo, tinha 72 anos, casado, pai de dois filhos, veio para o Amazonas no ano de 1997. Sandro ficou encantado pela culinária, pelas belezas naturais e acima de tudo pela cultura Amazonense traduzida pelas toadas dos bois Garantido e Caprichoso. Sandro tornou-se cidadão de Parintins no ano de 2008,  e também cidadão de Presidente Figueiredo.

Em 2019, Sandro Putnoki, foi homenageado no carnaval pelo Grêmio Recreativo escola de Samba Dragões do lmpério, do bairro são Jorge, Zona Oeste de Manaus com o tema: Sandro Paulista Perreché do Brasil, onde foi contado um pouco de sua história com Manaus, Parintins e Presidente Figueiredo, enquanto empresário, guardião da cultura, do meio ambiente e torcedor do Boi Garantido

Tornou cidadão de Manaus e também Cidadão Amazonense em 2019.  Sandro estava internado desde mês de junho, quando foi contaminado pela COVID-19.

Veio para o Amazonas em 1997 solucionar demandas relacionadas empresa Sanlok Assistência técnica em Cofres e Caixas eletrônicos, da família dele, que à época prestava serviços de manutenção aos cofres das agencias bancarias da CapitalAmazonense.

 

Compositor do Garantido

Sandro Putinok teve a oportunidade de no ano de 2001, conhecer o festival Folclórico de Parintins. Também ficou apaixonada pela cidade de Presidente Figueiredo, a Terra das Cachoeiras. Desde então há mais de 20 (vinte) anos, Sandro vem divulgando e apoiando nossa cultura e lutando pela preservação da biodiversidade Amazônica a nível nacional e internacional. No Garantido fez história e sempre incentivou o Festival de Parintins.

 

Fonte: https://www.parintinsamazonas.com.br/

você pode gostar também