Gov-03

SANTÍSSIMA TRINDADE, A COMUNIDADE POR EXCELÊNCIA

Deus o amor Trinitário, ajuda-nos a ser solidários e que a dor não nos seja indiferente.

A Solenidade que hoje celebramos não é um convite a decifrar o mistério que se esconde por trás de “um Deus em três pessoas”; mas é um convite a contemplar o Deus que é amor, que é família, que é comunidade e que criou os homens para os fazer comungar nesse mistério de amor.

Santíssima Trindade é Amor. São Bernardo assim se expressa: “Na Santíssimo Trindade, o essencial é a unidade e o Amor. Amor cria amor! Esta é a lei eterna e universal, lei que cria tudo e tudo governa”.

 

A Trindade nos ensina a viver: Comunhão, unidade, hospitalidade, participação, comprometimento, silêncio, contemplação e desejo de adentrar no Mistério. É convite para que cada um ocupe o seu lugar à mesa da Trindade; Acolhida do Mistério e vivência cotidiana do mesmo: assumir um modelo de vida pautado na mensagem da Trindade.

Quando falamos Deus, devemos entender a Santíssima Trindade, sempre juntos e em perfeita comunhão. Estão sempre entrelaçadas no inter-relacionamento eterno que existe entre as Três Divinas Pessoas. Pessoa, em linguagem trinitária, significa aquilo que é distinto em cada uma das Pessoas e existe simultaneamente em eterna comunhão com as outras duas. As Três Pessoas estão sempre inter-relacionadas e em eterna comunhão, na mesma e igual natureza. Deus é uma única natureza em três pessoas. A natureza responde pela unidade na Trindade. A Pessoa garante a Trindade na Unidade. O Pai gera o Filho e o mesmo Pai, junto com o Filho, expira o Espírito Santo.

A Nossa Província brasileira e Paraguaia, é chamada neste ano de 2022, a viver a vida em comunidade como lugar de amor, acolhida, perdão e transformação. Nosso espelho e máxima referência, seja a TRINDADE SANTA.

Neste Mesmo espírito trinitário, nos unimos à comunidade universal e ao Brasil neste tempo tão difícil de pandemia e rezamos pelas mais de 460 mil famílias que perderam os seus entes queridos para a Covid 19.

Rezemos e gritemos com Moisés: “Senhor, Senhor! Deus misericordioso e clemente, paciente, rico em bondade e fiel. Se é verdade que gozo de teu favor, peço-te, caminha conosco; embora este seja um povo de cabeça dura, perdoa nossas culpas e nossos pecados e acolhe-nos como propriedade tua’”.  E como pedimos diariamente: “Vinde ó Deus em nosso auxílio e socorrei-nos sem demora”.  E ainda: “Tende misericórdia de nós e do mundo inteiro”.

Deus o amor Trinitário, ajuda-nos a ser solidários e que a dor não nos seja indiferente. Glória ao Pai, ao Filho e ao espírito Santo. Amém.

 

 

Por Irmã Maria Helena Teixeira

Colaboradora JI

 

 

você pode gostar também