Gov-01

São Paulo, também, brincou carnaval ao som de Boi Bumbá

Bloco de carnaval leva centenas de pessoas a dançar toadas de Caprichoso e Garantido em SP.

O levantador Wanderson Rodrigues foi a atração principal do bloco Amigos do Boi, que arrastou uma verdadeira multidão de apaixonados pelo Festival de Parintins na “Terra da Garoa”

 

Nem mesmo a chuva que caiu na tarde do último dia 24 de fevereiro, a “Segunda-Feira Gorda” de carnaval, foi empecilho para que centenas de pessoas deixassem de dançar ao som das toadas dos bois Caprichoso e Garantido em São Paulo. De forma inédita, um grupo de amigos apaixonados pelo Festival de Parintins colocou na Rua Viri, zona norte da capital paulista, o Bloco Amigos do Boi.

“A satisfação em ver a galera brincando de boi-bumbá na ‘selva de pedra’, para mim, foi equivalente a marcar um gol em uma Copa do Mundo. Por diversas vezes estava em lágrimas pela emoção de missão cumprida. Olhava nos olhos dos outros organizadores e o mesmo sentimento estava lá em cada semblante”, definiu Adão Modesto, um dos organizadores do evento.

Por mais de 4 horas seguidas um público expressivo dançou sucessos de Caprichoso e Garantido entoados pelo amazonense, Wanderson Rodrigues. Natural de Barreirinha, ele foi convidado a subir no trio elétrico e puxar o bloco.

“Foi uma honra estar em São Paulo representando nossa cultura. Meu coração transborda de alegria e felicidade pela aceitação do público paulista e do Brasil, pois tinha gente de outros estados lá também”, enfatizou o artista.

Além de Wanderson, a cantora parintinense Ina Yra também subiu no trio para cantar ao público presente. Já os dançarinos paulistas, Carlos Lima e Fernando Vieira deram um toque especial ao bloco, assim como o DJ Sandro e o apresentador Denilson Barbosa, que juntos garantiram o sucesso do evento.

 

Amantes do festival

Existente há quase cinco anos, o grupo Amigos do Boi é formado por amantes do Festival Folclórico de Parintins que moram em São Paulo e periodicamente promovem encontros para matar um pouco da saudade de Caprichoso e Garantido. Vale ressaltar que há integrantes do grupo que nunca pisaram na Ilha Tupinambarana, mas que amam os bois como se fossem parintinenses.

“Minha paixão começou quando zapeando a TV na década de 90, encontrei uma apresentação do festival e foi amor à primeira vista. Porém, o sentimento ficou encubado por décadas, até chegar em 2018 e eu participar de um ensaio dos bumbas em Manaus, com David Assayag e Sebastião Jr. A partir daquele momento o vírus despertou novamente sendo que naquele ano também conheci o Amigos do Boi e conheci de perto do festival”, descreve Adão que é torcedor do Boi Garantido.

A ideia do Bloco Amigos do Boi nasceu há dois anos, porém somente em 2020 ele foi concretizado. Na linha de frente da organização, além de Adão também esteve sua esposa, Priscila Modesto, Renan Portela (um dos fundadores do grupo), Eliz Santos e Fernanda Pallermo, que contaram com o apoio de vários outros apaixonados pelo festival para colocar o bloco na rua.

“Quem viu o bloco na rua não imagina o sacrifício que foi concretizar tal façanha. Tudo foi viabilizado sem nenhum patrocínio. Nossa campanha de financiamento coletivo e a venda de bebidas no dia do evento não alcançou ¼ dos custos. Mas, agora que o projeto saiu do papel e todos viram que dá muito certo uma festa dessas aqui em São Paulo, esperamos contar com patrocinadores públicos e privados para fazermos uma festa ainda mais grandiosa, mas economicamente sustentável em 2021”, concluiu Adão.

Quer saber mais sobre os eventos de boi-bumbá em São Paulo, curta o grupo Amigos do Boi-SP nas redes sociais.

 

Texto: Ariane Barbosa, SP, colaboradora JI

Fotos: Francesco Baralle e Marília Queiroz

você pode gostar também