Gov-03

Segurança, saúde e infraestrutura são principais problemas de Tefé, diz Saullo Vianna

Tefé possui muitos problemas relacionados à infraestrutura.

Falta de policiamento, assaltos constantes e tráfico de drogas são os principais problemas relatados pelos moradores de Tefé. As demandas chegaram até o deputado estadual Saullo Vianna (PTB), por meio de lideranças do município, que também relataram problemas na saúde, saneamento básico, fornecimento de água e energia, entre outros. O parlamentar enviou 66 requerimentos, neste mês de agosto, solicitando providências às instituições responsáveis.

Segundo o deputado, a falta de segurança tem afetado, principalmente, os bairros Abial, Castanheira, Centro, Colônia Ventura, Fonte Boa, Jardim Lara, Jerusalém, Juruá, Monte Castelo, Mutirão, Olaria, Piau, Santa Luzia, Santa Rosa, Santo Antônio, São Francisco, São João, São José, São Raimundo, Nossa Senhora de Fátima, Vila Boa Sorte, além das comunidades Marajó e Missão.

 

“Os moradores de Tefé têm relatado constantes assaltos nesses bairros, que ocorrem até mesmo sob a luz do dia. Esses casos tem ocorrido em decorrência da falta de policiamento nas ruas, falta de pessoal e até mesmo delegacias. Nós encaminhamos os relatos à Secretaria de Segurança Pública do Amazonas e pedimos que o problema seja solucionado com urgência”, afirmou Saullo.

A atenção básica de saúde de Tefé também foi um dos principais problemas relatados. Faltas de medicamentos, agentes de saúde, médicos e unidades básicas são demandas dos bairros Abial, Beira Rio, Colônia Ventura, Dom Pedro I, Fonte Boa, Jerusalém, Monte Castelo, Santa Rosa, Santo Antonio, São Francisco, São João, São José, e as comunidades Missão e São Luis do Macari.

“Atenção básica de saúde é de competência dos municípios. Por isso, pedimos à Prefeitura de Tefé que olhe para este setor, que deve ser prioridade, buscando solucionar essas demandas, para que a população tenha atendimento de qualidade”, disse.

 

Infraestrutura

 

Tefé possui muitos problemas relacionados à infraestrutura. Nos bairros Castanheira, Centro, Vila Pescoço e Sete Setembro, por exemplo, a principal demanda é sobre alagamento das ruas. Moradores solicitaram, também, que fossem construídas pontes nesses locais, facilitando a locomoção de pedestres.

Já os bairros Abial, Aeroporto, Castanheira, Centro, Colônia Ventura, Deus é Fiel, Jerusalém, Missões, Santa Luzia, Santa Rosa, Santa Teresa, Santo Antônio, São Francisco, São José, São Luiz, São Raimundo, Vila Buriti, Vila Boa Tarde, e estradas da Agrovila e da Emade sofrem com ruas esburacadas e sem asfalto.

Os bairros Abial, Aeroporto, Colônia Ventura, Fonte Boa, Jardim Lara, Jerusalém, Juruá, Monte Castelo, Mutirão, Nova Esperança, Santa Luzia, Santa Rosa, São Francisco, São João e Comunidade do Mirini relataram interrupções no abastecimento de água, além da falta de tratamento e fiscalização nos reservatórios que atendem as regiões.

A falta de fornecimento de energia tem afetado os bairros Fonte Boa e Mutirão. Já os bairros Jardim Lara, Jerusalém, Santa Rosa, Santa Teresa e São João encaram problemas com a falta de iluminação nas ruas.

“As empresas que prestam serviços de fornecimento de água e energia terão que explicar o motivo das interrupções. Pedimos para que essas empresas busquem soluções e atendam a população de forma digna”, ressaltou Saullo Vianna.

 

Saneamento básico

 

A falta de saneamento básico tem atingido, principalmente, os bairros Centro, Colônia Ventura, Jerusalém, Juruá, Monte Castelo, Mutirão, Santa Luzia, São João e São Raimundo.

“Moradores relatam problemas com a falta de tratamento de esgoto. Na cidade, a maioria dos esgotos é a céu aberto, o que também gera impacto ambiental”, acrescentou o deputado.

Os bairros Beira Rio, Centro, Fonte Boa, Jerusalém, Monte Castelo, Raimundo Lima, Santa Luzia, Santa Rosa, Santo Antônio, São Francisco, São José e Sete de Setembro relataram problemas na limpeza pública da cidade, bem como na coleta de lixo.

 

Educação

Dentre as demandas para o setor de Educação, foi solicitada a reforma da Escola Nossa Senhora de Aparecida, na Comunidade Boará; além da escola da Vila do Perpétuo Socorro, que está com a estrutura comprometida, devido ao tempo de construção.

Para a Comunidade Santa Cruz, foi solicitada a contratação de professores para a Escola São José. E para o bairro Jardim Lara foi requerida a construção de escolas próximas que atendam o público infantil.

 

Assessoria Parlamentar

Publicado por Carlos Frazão/JI

você pode gostar também