Estado

Sem apoio, parintinense busca medalha de ouro na Olimpíada Amazonense de Matemática

Medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática, primeiro colocado na Olímpiada Amazonense de Matemática e primeiro colocado na Olimpíada Parintinense de Matemática, o jovem estudante Igor Sicsú, de 13 anos, busca apoio para continuar sua trajetória de sucesso.

Apesar de ter se destacado nas competições, Igor ainda não recebeu nenhum auxílio das secretarias municipal e estadual de educação para dirigir-se a Manaus para receber as medalhas conquistadas e participar da última etapa da olimpíada amazonense. Sem a ajuda, a família do jovem estudante uniu-se e conseguiu as passagens de ida e volta do medalhista parintinense. “Graças a Deus com o apoio de alguns amigos ele conseguiu a passagem”, destaca Felipe Sicsú, tio de Igor. “Ele é uma promessa, vem se destacando e merece apoio”, completa.

Contando somente com o apoio de familiares e amigos, Igor Sicsú mantém-se focado nos estudos para realizar a última fase da Olimpíada Amazonense no dia 20 de agosto. Igor explica como é a sua rotina de preparação. “Sempre estou procurando recursos online e livros para que eu possa estudar e me preparar para essa prova”, pontua.

A luta de Igor e seus familiares em busca de apoio ganhou notoriedade nas redes sociais. No Facebook, a página No Amazonas é Assim, com mais de 200 mil seguidores, deu destaque ao parintinense ao pedir suporte ao jovem. A página divulgou um link, onde os internautas podem contribuir financeiramente com a estadia do jovem talento em Manaus.

Para auxiliar Igor Sicsú na busca de mais uma medalha na Olimpíada Amazonense de Matemática basta acessar o site https://www.vakinha.com.br/vaquinha/igor_na_olimpiada_de_matematica e contribuir na vaquinha virtual que visa ajudar a promessa parintinense em sua estadia na capital do Amazonas durante o recebimento de premiação e realização da prova.

 

Daniel Sicsú/JI

 

 

 

 

você pode gostar também