Sem limpeza, Comerciantes e Moradores da Francesa entre o lixo e o fedor

“Nossa feira é a feira do lixo e do fedor”, destacou um comerciante.

Moradores e Comerciantes da Rua Silves com a Capitão Pedro Ferreira, no Bairro da Francesa, próximo a Feira do Bagaço, estão apelando para a Secretária de Limpeza Pública, para remoção dos lixos que estão acumulados naquela área da cidade. Segundo os denunciantes, faz duas semanas que a feira não recebe o caminhão da limpeza. “A nossa feira está uma vergonha, trabalhamos com frutas, verduras e pescado. Nossa feira é a feira do lixo e do fedor”, destacou um comerciante.

Os moradores exigem uma limpeza imediata, pois essa área baixa da cidade foi uma das áreas afetadas pela enchente. “Com a água baixando existe muito lixo acumulado, tem muito lixo na nossa rua. O fedor só aumenta quando no final da tarde, os trabalhadores da feira de pescado despejam os buchos dos peixes em meio aos lixos e como esse lixo não está sendo recolhido, o transtorno só aumenta”, relatou a moradora Maria da Silva.

A comerciante Dilma Souza reclama que o forte odor está lhe ocasionando fortes dores de cabeça e tem que viver trancada dentro de casa, pois não pode nem sentar mais na frente de sua residência com tanto fedor, além da presença diária de ratos e urubus. “Estamos pedindo urgentemente a limpeza dessa parte da feira, porque além do lixo e do fedor também ocasionado pela enchente na rua, não conseguimos nem dormir a noite”, informou.

 

 

Kedson Silva/JI

você pode gostar também