Senado garante mais recursos para o AM

O Senado aprovou o texto que fala sobre a partilha dos recursos do megaleilão do pré-sal. A proposta foi aprovada por unanimidade no plenário. 68 parlamentares estavam presentes.

Um único destaque foi apresentado e ele foi rejeitado. Agora, o projeto segue para sanção presidencial.

Na comissão

Pela manhã, a discussão foi na comissão de assuntos econômicos do Senado. O relator do texto, o senador do Amazonas, Omar Aziz, não fez mudanças na proposta que veio da Câmara. A ideia, segundo o parlamentar, era agilizar a aprovação da partilha.

Debate acalorado

Apesar da posição do relator, houve debates. O mais acalorado girou em torno de uma proposta que ampliaria a parcela destinada aos estados do Norte e do Nordeste. O argumento usado pelo senador que fez a sugestão foi de que o acordo de divisão dos recursos alcançado na Câmara privilegia mais o Sul, o Sudeste e o Centro-Oeste do país.

Divisão

O projeto vai destinar 30 por cento do que a união arrecadar com o megaleilão do pré-sal para estados e municípios. O governo do Amazonas e as prefeituras devem receber cerca de R$ 700 milhões.

O senador Plínio Valério afirmou que a divisão do recurso poderia ter sido melhor, mas disse também que do jeito que passou foi de bom tamanho. “Se a gente mexe no texto, volta pra Câmara Federal e lá eles vão levar mais de um ano”, acrescentou.

Ministro em Manaus

O ministro de Minas e Energia, o almirante Bento Albuquerque, chegou ontem a Manaus acompanhado do deputado federal Capitão Alberto Neto para tratar sobre demandas dos setores energéticas e minerais no Amazonas.

O ministro participa na manhã desta quarta-feira (16) da cerimônia que marca o início das obras da Eneva, companhia brasileira responsável por explorar gás no Campo de Azulão, no município de Silves. A tarde inaugura do cabeamento aéreo que levará energia de Manaus para o interior.

Tiracolo

Alberto Neto foi o único parlamentar da bancada federal que veio na comitiva do Ministro de Minas e Energia para participar dessa agenda positiva para o Amazonas.

O projeto irá gerar 1.000 empregos durante as obras.

Parceria

Ontem o ministro participou de uma reunião com o governador Wilson Lima sobre o apoio e novos investimentos para desenvolver outras matrizes econômicas no Estado.

“Trabalhando em parceria vamos conseguir desenvolver econômica e socialmente regiões que ainda carecem de saúde de qualidade e boa infraestrutura, por exemplo”, afirmou Wilson Lima.

Matrizes econômicas

O governador e o ministro também discutiram temas como exploração do potássio em Autazes, e investimentos em energia fotovoltaica, principalmente em áreas rurais, transformação da exploração garimpeira já existente em mineração sustentável assim como a proposta de rebaixamento da linha de transmissão Tucuruí-Manaus para os municípios nesse trajeto.

Cidadão Amazonense I

Ontem (15) a Assembleia do Amazonas aprovou o Título de Cidadão do Amazonas ao vice-presidente da República, General Hamilton Mourão (PRTB).

A proposta, de autoria do deputado estadual Cabo Maciel (PL), foi aprovada nesta terça-feira.

Cidadão do Amazonas II

A Casa Legislativa também aprovou a concessão de Título de Cidadão do Amazonas ao Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. O ministro receberá a honraria por iniciativa do presidente da ALEAM, Josué Neto (PSD).

Josué Neto destacou os relevantes serviços realizados por Fux na área jurídica, como magistrado e em particular na defesa de questões relacionadas à Zona Franca de Manaus (ZFM).

Relevantes Serviços

O Título de Cidadão do Amazonas tem como finalidade homenagear personalidades que tenham prestado ao Estado “relevantes serviços, em qualquer campo de atividade, pessoal e diretamente”.

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

 

Saiba tudo que está rolando na política do Amazonas e do Brasil. Acesse www.diretoaopontonews.com.br

você pode gostar também