Campanha Caburi

Setembro Amarelo: a importância de fazer terapia

Os profissionais são preparados e capacitados para trazer o melhor tratamento, por isso não tenha medo de procurar um psicólogo ou qualquer tipo de ajuda em momentos difíceis.

Muitas vezes não conseguimos lidar com os nossos sentimentos, sejam eles de perda, de frustração ou mesmo com traumas e problemas relacionados ao nosso passado. Em muitos momentos não entendemos o motivo de agir da maneira que agimos ou temos dificuldade de quebrar os ciclos viciosos nos quais nos colocamos. É por esses e outros motivos que procurar um profissional da psicologia pode auxiliar e trazer o autoconhecimento necessário para encarar as dificuldades da vida. Pensando nisso, trouxemos alguns aspectos e benefícios sobre a terapia e análise, buscando sanar dúvidas, tabus e estigmas preconceituosos sobre o tema.

(A Microsoft News apoia a causa Setembro Amarelo, uma campanha de conscientização e de prevenção ao suicídio da ABP, junto ao Conselho Federal de Medicina. Leia mais) 

Da mesma maneira que devemos cuidar de nosso corpo, com uma alimentação saudável, exercícios e evitar excessos, a nossa mente também precisa desse mesmo cuidado e a psicologia pode nos oferecer uma melhor qualidade de vida.

Quem deve fazer terapia?
Qualquer pessoa pode e deve fazer. Um acompanhamento psicológico não é sinal de incapacidade ou de fraqueza, muito pelo contrário. Desde que exista a vontade de se compreender e buscar ferramentas de autoconhecimento, já é possível procurar um profissional da área para dar início a um tratamento e às sessões.

Como será a consulta?
Em um primeiro momento o profissional vai precisar conhecer um pouco sobre o paciente, podendo fazer um questionário seguido de uma conversa sobre o que o paciente busca com a terapia. Porém cada profissional possui sua própria maneira de trabalhar e tudo pode variar conforme a corrente de tratamento e o tipo de objetivo que o paciente tiver. Contudo, a base principal da terapia é conversar e falar sobre aquilo que se sente, sendo induzido pelo psicólogo a pontos que devem ser explorados e que possam causar questionamentos ao paciente.

++ Musicoterapia: entenda como funciona e para que serve

Como buscar alternativas mais baratas para fazer terapia?
Muitos psicólogos possuem convênio com planos de saúde, por isso, se você possui algum plano, basta entrar em contato para encontrar o profissional conveniado mais próximo e com o melhor custo-benefício. Além disso, muitas faculdades e universidades, públicas e privadas, oferecem atendimento gratuito a população; para isso basta procurar faculdades em sua cidade que possuam o curso de psicologia, pois na maioria delas existe uma clínica montada por professores e alunos que conseguem atender após um processo de triagem. Outra maneira de conseguir um atendimento mais barato é procurar por psicólogos que fazem atendimento social, cobrando o que o paciente consegue pagar.

Eu terei que tomar remédios após a consulta?
Não. A psicologia se utiliza de várias frentes para auxiliar o paciente, possuindo a análise comportamental, cognitiva, psicanálise, entre outros. Quem decidirá qual o melhor tratamento será um profissional da área, por isso é necessário marcar uma primeira consulta para descobrir qual caminho deverá ser seguido. Se for necessário tomar algum medicamento, o paciente será encaminhado para um psiquiatra, profissional de medicina que lida com o diagnóstico com pacientes que apresentem quadros de sofrimento mental. É importante ressaltar que remédios e medicamentos não devem ser tomados sem serem indicados por um profissional da saúde. A automedicação é extremamente perigosa e pode causar danos irreversíveis.

Os profissionais são preparados e capacitados para trazer o melhor tratamento, por isso não tenha medo de procurar um psicólogo ou qualquer tipo de ajuda em momentos difíceis.

O CVV (Centro de Valorização da Vida) também pode auxiliar. Se em algum momento não houver com quem conversar sobre seus problemas e angústias, o telefone 188 está disponível com inúmeros voluntários prontos ao atendimento 24 horas. O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias.

 

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

 

https://www.msn.com/pt

você pode gostar também