Sistema elétrico dos sinos e relógios da Catedral recebem manutenção

(Foto: Helyandro Tavares)

 

O conjunto de sinos e relógios da torre da Catedral de Nossa Senhora do Carmo vêm passando por manutenção a mais de um mês para que a hora seja marcada a cada 30 min. Os 5 sinos são considerados um dos maiores ícones da cidade, tocando em seus horários fixos.

A Paróquia da Catedral buscou ajuda do engenheiro eletrônico Joacy Camejo para reativar o conjunto de sinos da torre construída na década de 80. Camejo dedica horas para ajustar os horários dos 4 relógios e sinos eletrificados, que são escutados a longa distância.

De acordo com o engenheiro , os sistemas elétricos dos sinos e relógios estão comprometidos, mas ainda irão funcionar nos moldes antigos, até o seu retorno a Parintins-AM, em agosto, para a implantação do sistema digital, que vai manter o relógios e sinos em plena atividade.

“Encontrei um equipamento parado, mas colocamos para funcionar, não definitivamente, pois deve ser atualizado. Fizemos os 5 sinos funcionarem para a Festa do Carmo, marcando as horas. Os ponteiros dependem de um motor, que está queimado e só se consegue em São Paulo. Será instalado no mês de agosto e a previsão de entrega é para o fim daquele mês”, explicou Joacy Camejo.

Na engrenagem antiga, os sinos batem da seguinte forma: batidas na hora cheia e batidas na meia hora.

Na nova engrenagem os sinos devem bater da seguinte forma: batidas na hora cheia e uma batidas na meia hora.

Devido ao custo de instalação e manutenção, a Paróquia da Catedral optou por uma tecnologia nacional na atualização do sistema de sinos e relógios da torre.

 

alvoradaparintins.com.br

você pode gostar também