Suspeito de matar cabeleireira por estrangulamento é preso em Parintins

Paty Santos, 37, teria sido morta porque não deu uma quantia em dinheiro para Celso Santarem de Souza Júnior (Foto: Winnetou Almeida)

 

Celso Santarem de Souza Júnior, de 26 anos, foi preso pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) suspeito de ser o autor da morte da cabeleireira Paty Santos, de 37 anos. A vítima foi amordaçada e teve pés e mãos amarradas.

Com nome de nascimento Augusto Figueiredo dos Santos, Paty Santos era conhecida no bairro Colônia Terra Nova, onde era proprietária de um salão de beleza.

O delegado Guilherme Torres, da Derfd, informou que foi a mãe da vítima quem encontrou o corpo do filho dentro da casa dele. Ele afirmou também que, na noite do crime, os dois tiveram uma discussão porque, segundo Celso, Paty teria prometido uma quantia em dinheiro para ele, mas não cumpriu o acordado na ocasião, Celso então teria estrangulado a vítima até a morte.

Celso também é suspeito de ter levado o aparelho celular da vítima, além de perfumes que posteriormente foram trocados em bocas de fumo por drogas.

Durante investigações, as equipes descobriram que Celso estava em Parintins, município distante 369 quilômetros de Manaus, na casa de familiares. Ele foi preso na manhã de terça-feira (11) e após procedimentos legais na delegacia especializada, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e ficará à disposição da Justiça.

 

Márcia Monteiro/Portal A Crítica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here