Gov-01

Telo Pinto convida população para homenagens na CMP

Sessão Especial em homenagem aos guardas municipais será nesta quarta-feira, 27.

Na sessão ordinária dessa Terça-feira, 26 de novembro, o presidente da Câmara, vereador Telo Pinto (PSDB), informou sobre a agenda da Casa Legislativa para esta semana: Sessão Especial em homenagem aos guardas municipais (27/11), Sessão para entrega de título de cidadania parintinense ao sr. Jamil Medeiros (28/11) e Audiência Pública (29/11) com representantes da empresa Amazonas Energia. Falou também sobre o cronograma da 34ª Feira Agropecuária de Parintins (Expopin), a preparação com a reforma do Parque de Exposição Luiz Lourenço de Souza, programação social e técnica.

 

RELEASE – 26 DE NOVEMBRO DE 2019 (TERÇA-FEIRA)

 

O vereador Beto Farias (Podemos), através de requerimento verbal, pediu da Secretaria de Cultura esclarecimentos da programação de fim de ano e da realização do XX Festival de Pastorinhas, que conta com mais de nove grupos da Associação Cultural das Pastorinhas de Parintins. O parlamentar ainda debateu sobre o vandalismo na rede de iluminação pública que foi alvo de vândalos, os quais utilizaram balas para danificar as lâmpadas no bairro de Santa Clara. O apelo foi feito pelos moradores e pelo responsável pela manutenção da iluminação pública.

 

Na sessão ordinária dessa Terça-feira, 26 de novembro, o presidente da Câmara, vereador Telo Pinto (PSDB), informou sobre a agenda da Casa Legislativa para esta semana: Sessão Especial em homenagem aos guardas municipais (27/11), Sessão para entrega de título de cidadania parintinense ao sr. Jamil Medeiros (28/11) e Audiência Pública (29/11) com representantes da empresa Amazonas Energia. Falou também sobre o cronograma da 34ª Feira Agropecuária de Parintins (Expopin), a preparação com a reforma do Parque de Exposição Luiz Lourenço de Souza, programação social e técnica.

O vereador Renei Mocambo (PL) cobrou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a empresa que ganhou a licitação para fazer a manutenção dos ares-condicionados das escolas do município. O edil disse que não se pode cobrar somente do Secretário de Educação, sendo que tem uma empresa que é responsável e prestadora de serviços, que “acaba não assumindo seu compromisso”. Até agora nem todas foram atendidas na Agrovila do Mocambo. Ainda tem quatro salas de aula que não foram climatizadas. Pede solução.

A vereadora Vanessa Gonçalves (PROS) tratou sobre a interdição do porto de Parintins e criticou a falta de conclusão da obra durante 13 anos após inauguração. Com manchetes dos principais jornais da cidade, recordou as constantes interdições do atracadouro. A parlamentar também protocolou proposituras com demandas da população e convidou os munícipes para Audiência Pública que vai discutir soluções referentes à distribuição de energia elétrica na região do Baixo Amazonas. O evento está marcado para esta sexta-feira (29/11), às 9h, na Câmara de Parintins.

O vereador Gelson Moraes (PSD) requereu à Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviço Públicos (Semosp) melhorias em parte da rua Ayrton Senna, entre as ruas Geny Bentes e Padre Augusto Gianola. Devido aos buracos, fica difícil transitar com segurança na via. Pautou ainda sobre a Audiência Pública na Câmara Municipal de Parintins na sexta-feira (29/11) com a empresa Amazonas Energia. O parlamentar espera uma explicação para tantos apagões, bem como o valor cobrado nas tarifas de energia.

O vereador Beto Farias (Podemos), através de requerimento verbal, pediu da Secretaria de Cultura esclarecimentos da programação de fim de ano e da realização do XX Festival de Pastorinhas, que conta com mais de nove grupos da Associação Cultural das Pastorinhas de Parintins. O parlamentar ainda debateu sobre o vandalismo na rede de iluminação pública que foi alvo de vândalos, os quais utilizaram balas para danificar as lâmpadas no bairro de Santa Clara. O apelo foi feito pelos moradores e pelo responsável pela manutenção da iluminação pública.

A vereadora Nêga Alencar (PSD) abordou sobre a falta de concurso público em Parintins e relatou problemas e dificuldades enfrentados pela população. Comentou sobre contratações duvidosas na administração municipal, sem a ocorrência de um processo seletivo e se mostrou preocupada com a falta de oportunidades para a juventude ingressar no mercado de trabalho de forma digna. A vereadora destacou a interdição do porto de Parintins e também a ausência de placa na obra de ampliação do aeroporto do município, cobrando que o Secretário de Obras Mateus Assayag providencie sua afixação.

O vereador Cabo Linhares (Patriota) requereu à Mesa Diretora notas fiscais, extrato da movimentação financeira, bem como processos de licitações firmados com a Câmara Municipal de Parintins no ano de 2019. Segundo Linhares, esse é o trabalho do vereador, “mostrar para população a transferência do Legislativo. O líder do prefeito na Câmara condenou a postura da vereadora opositora Nêga Alencar (PSD) por críticas ao prefeito de Parintins, Bi Garcia (PSDB), porém, não apresenta solução para ajudar o Poder Executivo.

 

Assessoria de Imprensa da CMP

você pode gostar também