Estado

Tv Globo vai repassar desfiles inesquecíveis sábado e domingo

Carnaval: veja a lista de desfiles históricos que serão exibidos na Globo

Programação inclui clássicos como ‘Kizomba’, ‘Ratos e Urubus’ e ‘Liberdade! Liberdade!’

 

Saiu a lista oficial dos 28 desfiles históricos que serão exibidos pela TV Globo em parceria com a Brahma na programação especial de carnaval, nos próximos dias 13 e 14.

Entram na passarela da telinha desfiles que marcaram época como “Kizomba, a festa da Raça”, da Vila Isabel, “Liberdade! Liberdade! Abra as asas sobre nós”, da Imperatriz Leopoldinense, ambos de 1988, e o antológico “Ratos e Urubus, larguem a minha fantasia”, da Beija-Flor de 1989.

Na geração dos clássicos modernos, “Maria Bethânia, a menina dos olhos de Oyá”, que em 2016 quebrou o jejum da Mangueira, “Maranhão: Os Tambores Vão Ecoar Na Terra da Encantaria”, defendido em 2018 pela paulistana Acadêmicos do Tatuapé e o vencedor do carnaval do Rio de 2020 “Viradouro de alma lavada”.

 

A escolha dos sambas, feita a muitas mãos, contempla ao todo 14 desfiles de escolas do Rio e contempla 14 de agremiações de São Paulo. Os programas dos dois dias vão misturar desfiles do Rio e de São Paulo, e terão apresentação de Ailton Graça e Milton Cunha.

Veja a seguir a lista completa dos desfiles:

 

SÃO PAULO

 

  1. Águia de Ouro – 2020 – O poder do saber
  2. Mancha Verde – 2019 – Oxalá salve a princesa
  3. Mocidade Alegre – 2014 – Andar Com Fé Eu Vou… Que Que a Fé Não Costuma Falhar.
  4. Acadêmicos do Tatuapé – 2018 – Maranhão: Os Tambores Vão Ecoar Na Terra da Encantaria
  5. Unidos de Vila Maria – 2017 – Aparecida – a rainha do Brasil – 300 anos de amor e fé no coração do povo brasileiro
  6. Dragões da Real – 2017 – Dragões canta Asa Branca
  7. Rosas de Ouro – 2005 – Mar de Rosas
  8. Tom Maior – 2009 – Uma nova Angola se abre para o mundo. Em nome da paz, Martinho da Vila canta a liberdade.
  9. Império de Casa Verde – 2005 – Brasil, se Deus é por nós, quem será contra nós
  10. Barroca Zona Sul – 2020 – Benguela, a Barroca clama a ti, Teresa
  11. Gaviões da Fiel – 2003 – Cinco deusas encantadas na corte do rei
  12. Colorado do Bras – 2019 – Hakuna Matata, isso é viver
  13. Vai-Vai – 2008 – Vai-Vai Acorda Brasil
  14. Acadêmicos do Tucuruvi – 2011 – O Xente, o que seria da gente sem essa gente, São Paulo, a capital do Nordeste

 

 

RIO DE JANEIRO

 

1 – ACADÊMICOS DO SALGUEIRO – “PEGUEI UM ITA NO NORTE” (EXPLODE CORAÇÃO) (1993)

2 – MOCIDADE INDEPENDENTE DE PADRE MIGUEL – “VIRA VIROU, A MOCIDADE CHEGOU” (1990)

3- UNIDOS DO VIRADOURO – “ORFEU – O NEGRO DO CARNAVAL” (1998)

4 – BEIJA-FLOR – “RATOS E URUBUS, LARGUEM A MINHA FANTASIA” (1989)

5 – PORTELA – “QUEM NUNCA SENTIU O CORPO ARREPIAR AO VER ESSE RIO PASSAR” (2017)

6 – UNIDOS DA TIJUCA – “É SEGREDO” (2010)

7 – IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE – “LIBERDADE! LIBERDADE! ABRA AS ASAS SOBRE NÓS”

8 – ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA – “MARIA BETHÂNIA, A MENINA DOS OLHOS DE OYÁ” (2016)

9 – UNIDOS DE VILA ISABEL – “KIZOMBA, FESTA DA RAÇA” (1988)

10 – MOCIDADE INDEPENDENTE DE PADRE MIGUEL – “ZIRIGUIDUM 2001” (1985)

11 – BEIJA-FLOR DE NILÓPOLIS – “A SIMPLICIDADE DE UM REI” (2011)

12 – ACADÊMICOS DO GRANDE RIO – “IVETE DO RIO AO RIO” (2017)

13 – UNIDOS DO VIRADOURO – “VIRADOURO DE ALMA LAVADA” (2020)

14 – IMPÉRIO SERRANO – “AQUARELA BRASILEIRA” (2004 – REEDIÇÃO DO SAMBA DE 1964)

 

Por Mariana Muniz/ veja.abril.com.br

você pode gostar também