Gov-01

Um parintinense em busca de uma alimentação saudável para nosso povo

Transformar a área rural de Parintins num grande centro de desenvolvimento e exportação de produtos do setor primário da região, é seu sonho.

O jovem engenheiro florestal, Alexsandro Garcia de Seixas, parintinense de 32 anos, cedeu um tempinho pra bater um papo com a gente. Ele fala de sua vida acadêmica e de seus projetos.

 

“Decidi pela engenharia florestal para promover o desenvolvimento sustentável dos recursos naturais, promover a alimentação saudável orgânica, trabalhar com projetos de recuperação de áreas degradadas e recursos hídricos que são recursos vitais para a humanidade. Tenho planos de desenvolver o setor primário no município através do licenciamento ambiental/florestal para a geração de renda na zona urbana e comunidades rurais. Tornar as comunidades independentes da importação de produtos orgânicos alimentícios, frutíferos, pesqueiros e madeireiro. Transformar a área rural de Parintins num grande centro de desenvolvimento e exportação de produtos do setor primário da região. Desenvolver na área urbana projetos de hortas orgânicas nas residências das famílias, nas áreas abandonadas/degradadas e ociosas que acabam servindo para acomodar violência e ilícitos nas comunidades”, me diz o jovem engenheiro.

Atualmente na sua área ele vem trabalhando com licenciamento ambiental/florestal de empreendimentos que fazem uso de recursos naturais como, por exemplo, movelarias, comércios de madeira, plano de manejo, no objetivo de fortalecer o combate à exploração e comércio ilegal dos recursos naturais. Trabalha, também, com elaboração de projetos ambientais e sociais, docência (CETAM, SENAC, UNOPAR), cursos ambientais nas comunidades indígenas no objetivo sempre de levar informações, contribuir com o uso correto/sustentável dos recursos naturais.

 

PROJETO “HORTA NA MINHA CASA”

“O projeto “horta na minha casa” acontece para produzir alimentação saudável, bem estar e terapia diária para as pessoas dentro de seu lar. Ela pode acontecer no quintal, na sala, na varanda, no balcão, canteiro, onde a pessoa desejar e que receba luz solar. A maioria das hortaliças disponíveis no mercado tem sua origem duvidosa, pois, em seu crescimento podem ser alimentadas com substâncias inorgânicas que causam mal à saúde. É recomendada para todas as pessoas, no entanto, em especial para famílias que tenham idosos presentes, pois necessitam de alimentos naturais, para aqueles quem moram sozinhos e não tem tempo de estar indo ao mercado, para economizar seus gastos diários com hortaliças, enfim, a horta orgânica em casa chega com todos esses é demais benefícios, e após a primeira colheita, renovam-se as mudas e sementes e o cliente fica se alimentando diariamente num ciclo sem parar de bem estar, economizando e sem sair de casa”, concluiu Alexsandro.

Este é um projeto que vem atendendo a população e para maior informação, o contato do engenheiro florestal é  992123310.

Agradeço a atenção do amigo azulado (Torcedor do Caprichoso), já comecei minha “plantação” de couve e alface e sugiro a todos, já que além de ser uma ótima terapia, teremos hortaliças saudáveis na mesa. Boa sorte, garoto.

 

Por Carlos Frazão/JI

GENTE NOSSA.

 

você pode gostar também